Fórmula 1

Vettel admite que faltou "sabedoria" em primeiro duelo direto com Hamilton

Lars Baron/Getty Images
Vettel se prepara para o Grande Prêmio do Japão Imagem: Lars Baron/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, em São Paulo

13/12/2017 09h58

A temporada da Fórmula 1 terminou com 363 pontos para Lewis Hamilton contra 317 para Sebastian Vettel, no que pode parecer uma conquista fácil para o inglês. Porém, até o GP da Itália, a 13ª etapa do campeonato, era o alemão quem estava na frente, o que o leva crer que, com um pouco mais de sabedoria, em suas próprias palavras, a história poderia ser diferente.

“Muitas das coisas que eu fiz, elas pareceram corretas, mas hoje, pensando de um jeito um pouco diferente ou talvez de maneira mais sábia, poderia ter feito melhor”, disse Vettel ao refletir sobre sua temporada.

Para o piloto da Ferrari, seu erro mais difícil de aceitar foi no GP do Azerbaijão, quando tocou-se por duas vezes com Hamilton, irritado por acreditar que o inglês estava lento demais atrás do Safety Car.

“A pior sensação foi depois de Baku. Porque eu perdi a corrida por algo desnecessário. Eu tive dificuldades com isso”, revelou.

Outro duro golpe no campeonato de Vettel foram as corridas de Cingapura e do Japão, em que não pontuou. Na primeira, por um acidente logo na largada quando saía da pole position, e a segunda, por uma quebra.

“Então você provavelmente se refere a outras corridas como Cingapura e Japão, mas acho que em Cingapura, no meu ponto de vista, é coisa de corrida. Pensei muito sobre isso no domingo à noite e não foi fácil deixar isso para trás, mas o que poderia fazer?”, indagou.

“É o mesmo com o Japão, não dá para focar em algo que não está em suas mãos. Você passa por muito mais dificuldade na vida quando é você que comete um erro do que quando as coisas simplesmente dão errado.”

Vettel reconheceu ainda o valor de Lewis Hamilton na luta pelo título. Mesmo que os dois estejam há quase uma década correndo juntos na F-1 e agora tenham oito títulos entre si, este ano foi a primeira vez que disputaram diretamente um campeonato.

“Não há dúvidas de sua habilidade e velocidade. Ele é muito rápido e não comete muitos erros. E quando você luta com os melhores, isso te leva a um outro nível.”

A chance da revanche de Vettel começa com o GP da Austrália, dia 25 de março.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Blog do Carsughi
Redação
Redação
Redação
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
UOL Esporte
Redação
Redação
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Redação
AFP
Redação
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog do Carsughi
Topo