Topo

Fórmula 1

Família de Schumacher já gastou R$ 110 milhões em tratamento, estima jornal

AFP PHOTO JEAN-CHRISTOPHE VERHAEGEN
Michael Schumacher pela Ferrari em 2004 Imagem: AFP PHOTO JEAN-CHRISTOPHE VERHAEGEN

Do UOL, em São Paulo

02/01/2018 16h23

Os gastos da família de Michael Schumacher com cuidados médicos ao ex-piloto alemão, tratado sob sigilo absoluto desde que sofreu um grave acidente de esqui, há quatro anos, somam mais de 28 milhões de euros (cerca de R$ 110 milhões), segundo estimativa divulgada pelo jornal espanhol "As" nesta terça-feira.

De acordo com a publicação, toda a estrutura necessária para que Schumacher receba tratamento em casa custa 140 mil euros (R$ 549 mil) por semana. Ele teve alta do hospital em setembro de 2014, e desde então fica trancafiado na residência da família, na Suíça.

Sete vezes campeão mundial de Fórmula 1, Schumacher chocou-se com uma rocha ao praticar esqui em um hotel nos Alpes suíços, em dezembro de 2013. O alemão ficou mais de seis meses em coma. O estado real de saúde do ex-piloto da Ferrari é assunto confidencial entre amigos e parentes.

Segundo a revista norte-americana "Forbes", Schumacher ganhou 840 milhões de euros (R$ 3,2 bilhões) na carreira, entre salários, premiações e acordos com patrocinadores.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!