Topo

Fórmula 1

Ex-McLaren diz que Alonso tinha razão em 2007: "Queriam Hamilton campeão"

Paul Gilham/Getty Images
Fernando Alonso e Lewis Hamilton durante a temporada 2007 da Fórmula 1 Imagem: Paul Gilham/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

14/02/2018 19h23

Depois de 11 anos, Fernando Alonso ganhou um aliado em sua briga com a McLaren. Na temporada de 2007, o espanhol acusava sua própria equipe de beneficiar o companheiro Lewis Hamilton quando os dois brigavam com a Ferrari pelo título mundial.

Ex-mecânico da McLaren entre 2000 e 2009, Marc Priestley lançou um livro recentemente e deu razão a Fernando Alonso. Em entrevista ao site Drive Tribe, Priestley falou sobre o clima de tensão que rondava a escuderia naquele ano e disse que, em um determinado momento da temporada, a preferência de Ron Dennis era pelo título do inglês.

“Eu estava no meio daquilo. É justo dizer que eles se odiavam ao fim da temporada. As equipes dos dois carros ficavam cada uma com seu piloto, cercando-os. Foi criada uma enorme divisão dentro da equipe, como se tivesse um muro na garagem. E foi essa separação que fez com que não ganhássemos o Mundial”, contou Priestley.

Naquele ano, Fernando Alonso e Lewis Hamilton chegaram ao GP do Brasil, em Interlagos, última prova do ano, brigando com Kimi Raikkonen, da Ferrari, pelo título mundial. O finlandês acabou se tornando campeão ao vencer a corrida brasileira.

“Estávamos muito distraídos pelas brigas internas, e acabamos nos esquecendo da Ferrari, que conquistou o título na última corrida. Nós tínhamos o melhor carro no fim do ano, os melhores pilotos e, mesmo assim, não ganhamos nada”.

Lewis Hamilton chegou à Fórmula 1 justamente em 2007, depois de anos sendo lapidado pela McLaren. Alonso, por sua vez, vinha de dois títulos seguidos com a Renault.

“Lewis contava com a proteção de Dennis e da McLaren. Ele sabia que tinha esse apoio e também dos veículos de imprensa britânicos. Enquanto isso, Fernando, o campeão e considerado por todos como o melhor piloto na época, estava em uma equipe britânica com piloto britânico. E estava totalmente convencido que Ron e toda a equipe apoiava a Lewis. Algo que, no começo, não era verdade”.

“Eventualmente, todos nós sabíamos que a relação entre Fernando e a equipe havia se destruído. Nesse momento, penso que Ron genuinamente queria que Lewis conquistasse o título a partir da segunda metade da temporada. Então Fernando acabou se mostrando certo, pelo menos em sua própria cabeça”, completou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!