Topo

Fórmula 1

Piloto da Toro Rosso rasga macacão em testes e coloca culpa no halo

@ToroRosso/Twitter
Segundo Pierre Gasly, novo aparato obriga competidor a se contorcer para entrar em carro Imagem: @ToroRosso/Twitter

Do UOL, em São Paulo

28/02/2018 16h17

O halo pode criar um inconveniente novo para os pilotos da Fórmula 1 em 2018. Segundo o piloto francês Pierre Gasly, da Toro Rosso, o aparato obriga cada competidor a se contorcer para entrar no carro – e os resultados podem ser bem ruins.

“Eu não gosto. É uma bagunça para entrar e sair do carro. Acho que meu macacão já se rasgou, então teremos que pedir mais à Alpine Stars (fornecedora da equipe) neste ano”, disse Gasly, em declarações publicadas nesta terça-feira pela imprensa europeia.

“É o primeiro dia, e eu tenho um monte de buracos nas costas. Você precisa jogar muito o corpo para trás para escorregar para o carro. Na verdade, é bem estranho”, acrescentou o jovem francês, que admitiu preferir “os velhos carros”.

Gasly foi o único piloto da Toro Rosso em pista nesta terça-feira, somando o sexto melhor tempo do dia (1min21s318) entre os 11 competidores em ação. Na quarta-feira, a equipe lançou o neozelandês Brendon Hartley, mas o dia foi interrompido por problemas climáticos.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!