Topo

Fórmula 1

Líder, Hamilton investiga perda de vantagem em 2º treino livre na Austrália

Charles Coates/Getty Images
Lewis Hamilton pilota sua Mercedes no GP da Austrália Imagem: Charles Coates/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

23/03/2018 10h03

Dono do melhor tempo nos dois treinos livres do Grande Prêmio da Austrália de Fórmula 1, realizado na madrugada desta sexta-feira (23) em Melbourne, Lewis Hamilton avaliou seu desempenho na atividade de forma positiva. Atual campeão, ele ainda disse que precisa investigar o motivo de sua vantagem para o resto do grid ter diminuído na segunda parte do treino.

"Foi um bom dia. Começamos com o pé direito hoje, fizemos tudo que precisávamos fazer. Apertou um pouco no segundo treino livre, em termos do espaço entre os carros, mas isso é empolgante de qualquer forma. É mais desafiador para mim tentar tirar um pouco mais do carro", afirmou o inglês. "Tenho descobrir se eu perdi um pouco de performance ou se eles ganharam, mas eu gostei de pilotar."

Colega de Hamilton na Mercedes, Valtteri Bottas não teve a mesma sorte, apontando problemas encontrados no primeiro treino livre. Nele, o finlandês acabou com o segundo melhor tempo, posição perdida na segunda parte da atividade para Max Verstappen. Curiosamente, Bottas afirmou que seu carro estava melhor para a segunda metade do treino.

"O treino foi um pouco complicado para mim, encontramos um pequeno problema com a suspensão, também o sistema de abastecimento, mas foi difícil ter uma boa comparação. Mas eu tenho que dizer um enorme obrigado à equipe porque estamos fortes neste momento. No segundo treino o carro estava muito melhor", analisou.

Já Sebastian Vettel, que acabou na quinta colocação, acredita que pode tirar mais do novo carro da escuderia. Atrás do colega Kimi Raikkonen no dia, o piloto alemão mostrou tranquilidade apesar do desempenho abaixo do esperado.

“Trabalho chato, como toda sexta-feira, não foi diferente. Tentamos na realidade mudar o balanço um pouco, porque não estava confortável. Acho que temos muita performance na mão. Não estou muito preocupado porque sei que se eu fizer tudo certo, ficaremos em uma situação melhor. Me parece próximo, o que é boa notícia, então devemos fazer algo amanhã”, comentou Vettel.

 “Acho que o carro está bom. Não está ainda onde eu quero que ele esteja, tem um pouco de trabalho a fazer, mas se fizermos isso direito ele deve ficar bem. Não estava feliz com a volta que fiz, e com o ritmo e balanço ainda, então tem mais para vir. Mas acho que é provavelmente o mesmo para todo mundo", completou.

O treino para valer será na madrugada deste sábado (24), às 3h (de Brasília). Antes, ainda haverá um terceiro treino livre.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!