Topo

Fórmula 1

Piloto da Williams culpa embalagem de sanduíche por abandono na Austrália

Patrik Lundin/Getty Images
Sirotkin não levou sorte na abertura da temporada 2018 da Fórmula 1 Imagem: Patrik Lundin/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

25/03/2018 11h31

A estreia de Sergey Sirotkin na Fórmula 1 durou cinco voltas. Mas se não surpreendeu nas pistas, o herdeiro da vaga do brasileiro Felipe Massa na Williams chamou atenção nos microfones ao explicar a razão pela qual abandonou precocemente o Grande Prêmio da Austrália, neste domingo (25).

"Vocês não vão acreditar no que aconteceu. Foi uma embalagem de plástico de sanduíche, que entrou no duto direito traseiro do freio", lamentou o piloto, segundo o site inglês "Autosport". "Ainda há um pedaço preso. Sim, foi assim excitante. Uma sacola plástica. Uma grande sacola plástica". 

Segundo Sirotkin, a embalagem entrou no carro na terceira ou quarta volta e fez os freios superaquecerem massivamente até impedi-los de funcionar. "Não havia um muro ou algo do tipo, e por sorte o carro ainda está intacto. Mas não dava para frear, simplesmente fui reto", explicou.

Paddy Lowe, diretor-técnico da Williams, não confirmou o relato do estreante, embora tenha grandes suspeitas de que isso de fato tenha acontecido. "No momento é uma teoria. Não foi totalmente provado. Temos que fazer análises, mas os resíduos realmente parecem de plástico derretido".

Fato é que Sirotkin, que largou na última fila, não escondeu a frustração por ter dado tão poucas voltas. "Esperava fazer uma corrida boa e limpa hoje (domingo), para aprender e ganhar confiança. Estava ansioso e realmente otimista para que isso acontecesse", concluiu.