Topo

Fórmula 1

'Batida de trânsito' de Baku pendurou Vettel, mas lhe rendeu mais respeito

F-1/oficial
Hamilton e Vettel se envolveram em batida no GP de Baku em 2017 Imagem: F-1/oficial

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Baku (Azerbaijão)

26/04/2018 10h48

A Fórmula 1 volta neste final de semana ao palco da corrida mais polêmica da temporada passada, no Azerbaijão. Afinal, foi em Baku que Lewis Hamilton e Sebastian Vettel protagonizaram um incidente que deu o que falar: Vettel primeiro deu um toque na traseira de Hamilton e, logo depois, nervoso por achar que o inglês estava lento demais atrás do Safety Car, tendo causado a batida, jogou seu carro em cima da Mercedes.

Ambos os toques ocorreram com baixa velocidade e não causaram grandes danos nos dois carros, que continuaram na pista. Vettel acabou punido por 10s e só escapou de algo mais forte depois de escrever uma carta à Federação Internacional de Automobilismo se desculpando oficialmente. Hamilton acabou tendo um problema no encosto de cabeça de seu carro e também não teve um bom resultado.

“Acho que você sempre aprende alguma coisa em qualquer corrida - as lições são sempre diferentes”, disse Vettel ao chegar em Baku para a disputa da quarta etapa da temporada. “Mas Baku ano passado foi diferente em relação a qualquer outra corrida na minha carreira.”

Na decisão sobre não punir mais duramente Vettel, o presidente da FIA, Jean Todt, determinou que o piloto não poderia conduzir campanhas de segurança no trânsito até o final daquele ano e deixou claro que o tetracampeão estaria em observação e seria punido de maneira mais dura se repetisse o comportamento dentro de um ano.

Curiosamente, o alemão já tinha levado o que seria um primeiro “cartão amarelo” depois de xingar com palavrões via rádio o diretor de provas Charlie Whiting por não concordar com uma decisão sua durante o GP do México de 2016.

Como o GP do Azerbaijão mudou de data neste ano, indo de junho para abril, Vettel segue “pendurado”. Porém, para Hamilton, não há motivo para tanto: o inglês acredita que o rival usou o episódio para crescer e revelou ao UOL Esporte que hoje em dia respeita muito mais o tetracampeão do que em junho do ano passado.

“É bom poder conhecer melhor as pessoas com quem você compete. É bom ver que elas não são perfeitas - ninguém é. Todos erramos, então a questão é como você lida com as coisas e como evolui. Acho que ele continua crescendo na maneira como se comporta, como um campeão como ele é. Por isso acho que meu respeito por ele cresceu consideravelmente desde aquele episódio.”

As atividades para o GP do Azerbaijão começam com os treinos livres nesta sexta-feira, em duas sessões a partir das 6h da manhã e das 10h.

A Fórmula 1 volta neste final de semana ao palco da corrida mais polêmica da temporada passada, no Azerbaijão. Afinal, foi em Baku que Lewis Hamilton e Sebastian Vettel protagonizaram um incidente que deu o que falar: Vettel primeir","image":{"sizes":{"personalizado":"","original":"900x506"},"height":506,"width":900,"crops":"1x1;3x4;4x3;9x16;16x9;16x12;80x80;142x100;142x200;300x100;300x200;300x300;300x420;300x500;615x300;615x470;956x500;1024x768;1920x1080","src":"http://conteudo.imguol.com.br/c/esporte/98/2017/06/25/hamilton-e-vettel-se-envolvem-em-batida-no-gp-de-baku-1498399276901_v2_900x506.jpg","type":"","titulo":"Hamilton e Vettel se envolveram em batida no GP de Baku em 2017","credito":"F-1/oficial"},"date":"26/04/2018 10h48","kicker":"Redação"}}' cp-area='{"xs-sm":"49.88px","md-lg":"33.88px"}' config-name="esporte/esporte.f1">

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!