Topo

Fórmula 1

Verstappen diz que briga com Ocon no GP do Brasil "poderia ter sido pior"

Reprodução
Esteban Ocon (Force India) e Max Verstappen (Red Bull) se desentendem após GP do Brasil Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

22/11/2018 12h04

Max Verstappen segue sem arrependimentos por ter empurrado Esteban Ocon após o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, realizado no dia 11 de novembro. O holandês ainda disse que a confusão poderia ter sido pior.

Leia também:

Nesta quinta-feira (22), Verstappen foi à coletiva de imprensa antes do GP de Abu Dhabi e, quando perguntado se ele lamentava por suas ações, o piloto respondeu: “Não. Não porque eu estava atrás de um pedido de desculpas e recebi uma resposta diferente. Estávamos todos nervosos e, na ocasião, eu perdi uma vitória. Então acho que eu estava realmente calmo. Poderia ter sido muito pior”, declarou.

O holandês da Red Bull, que chegou a liderar a prova em Interlagos e terminou na segunda colocação, se irritou por rodar ao ser tocado por Esteban Ocon no S do Senna. Após a corrida, Verstappen foi tirar satisfação e empurrou o francês da Force India.

“E o que você espera que eu faça? Aperte a mão dele e diga ‘muito obrigado por ser eu ser o segundo em vez de o primeiro’. Acho que seria uma resposta normal”, falou Verstappen.

O destempero do holandês teve como consequência a punição de dois dias de serviço comunitário.

O GP do Brasil foi o penúltimo de 2018 da Fórmula 1. O GP de Abu Dhabi, no próximo dia 25 de novembro, fecha a temporada que teve o britânico Lewis Hamilton como campeão antecipado.