Topo

Fórmula 1


Fórmula 1 cogita prova em Londres, mas sem tirar Silverstone do calendário

Richard Lewis/AP Photo
Ross Brawn descarta GP no centro de Londres, mas cogita prova em regiões mais periféricas Imagem: Richard Lewis/AP Photo

Do UOL, em São Paulo

19/12/2018 12h22

A cúpula da Fórmula 1 estuda a possibilidade de realizar um Grande Prêmio nas ruas de Londres. Em declarações publicadas pelo jornal Evening Standard, o diretor esportivo da categoria, Ross Brawn, afirmou que uma prova no centro histórico da capital inglesa seria impossível, mas não descartou a utilização de ruas de regiões mais periféricas.

"Acho que, pelo fato de a Fórmula 1 ser uma atividade de no mínimo uma semana (em cada palco de corrida), a ruptura que isso provocaria no centro de Londres seria inaceitável. Não acho que os londrinos precisarão se preocupar conosco tomando o centro de Londres por uma semana", disse.

"Mas há coisas na periferia que estão sendo exploradas - não diretamente no centro de Londres, mas na região metropolitana. Londres é uma cidade emblemática com uma grande história no esporte, e há muito entusiasmo aqui", acrescentou Brawn.

Leia também:

Com 21 corridas marcadas para a temporada 2019, o calendário da Fórmula 1 sofre atualmente com o excesso de provas - e o número pode aumentar em 2020, quando o Vietnã receberá uma prova. Desta forma, um Grande Prêmio em Londres poderia tirar Silverstone do calendário. O tradicional traçado inglês ainda não tem contrato assinado para 2020.

Brawn, porém, não cogita essa possibilidade. "Nós gostaríamos de ver Londres complementar Silverstone, não substituir. Poderíamos ver maneiras de funcionar as duas coisas", assegurou.

A possível corrida, por enquanto, conta com o apoio de Londres. Segundo o site da revista Autosport, o prefeito da capital inglesa, Sadiq Khan, se mostrou favorável ao GP.

"Londres está sempre aberta a receber os maiores e melhores eventos esportivos do mundo - da final da Eurocopa de 2020 à NFL, passando pela Copa do Mundo de críquete e à Major League Baseball", disse um porta-voz de Khan. "O prefeito acredita que seria possível organizar uma corrida em Londres no futuro e pediu a sua equipe para explorar as opções com a Fórmula 1", completou.