Topo

Fórmula 1


Galvão Bueno lamenta morte de Charlie Whiting: "Ele vai fazer falta"

Diretor de corrida da Fórmula 1, Charlie Whiting concede entrevista coletiva antes do GP do México de 2017 - Mark Thompson/Getty Images
Diretor de corrida da Fórmula 1, Charlie Whiting concede entrevista coletiva antes do GP do México de 2017 Imagem: Mark Thompson/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

14/03/2019 19h43

Diretor da Fórmula 1, Charlie Whiting faleceu nesta quarta-feira (13), vítima de uma embolia pulmonar. A perda chocou a todos e Galvão Bueno prestou sua homenagem nas redes sociais.

"A F1 perdeu um de seus mais importantes dirigentes. Charlie Whiting começou como mecânico, trabalhando com Piquet em 3 títulos mundiais e nos deixa como diretor das provas de F1. Cargo que exercia desde 1997", escreveu o narrador da TV Globo.

"Uma vida dedicada ao automobilismo e um batalhador pelo aumento na segurança do esporte. Ele vai fazer falta", finalizou Galvão.

Em preparação para o Grande Prêmio da Austrália, que acontece neste domingo (17), Charlie Whiting estava na cidade de Melbourne.