UOL Esporte Fórmula 1
 
22/10/2006 - 15h35

Massa vence GP do Brasil, mas vê Alonso ser bicampeão

Da Redação
Em São Paulo
GP DO BRASIL
Reuters
Interlagos vê com Massa a primeira vitória brasileira em 13 anos ...
AFP
...Alonso se tornar o mais jovem bicampeão da história da F-1 ...
AFP
... e a despedida de Michael Schumacher das pistas da categoria
VEJA FOTOS DA CORRIDA
ESPECIAL ALONSO
MELHORES MOMENTOS DO GP
Felipe Massa venceu o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 e se tornou, neste domingo, o quinto brasileiro a subir ao degrau mais alto do pódio em casa, após 13 anos de ausência. Largando na pole position, o piloto da Ferrari não enfrentou grande pressão dos adversários, garantindo sua segunda vitória da carreira. O principal vencedor do dia, no entanto, foi Fernando Alonso, da Renault, que se tornou bicampeão da F-1 ao terminar a corrida em Interlagos na segunda posição.

Michael Schumacher, da Ferrari, que precisava vencer e ver Alonso não pontuar para conquistar seu oitavo título, terminou na quarta posição depois de fazer uma corrida de recuperação exemplar. Largando em décimo, o alemão alcançou a sexta posição em poucas voltas, mas um furo no pneu de sua Ferrari conseguido durante uma ultrapassagem sobre Giancarlo Fisichella tirou dele as chances de vitória. Esta foi a última corrida da carreira de Schumacher como piloto de Fórmula 1, em uma atuação memorável.

Completando o pódio no Brasil aparece Jenson Button, da Honda, que também fez uma corrida de recuperação, depois de largar no meio do grid. O piloto britânico superou seu companheiro, o brasileiro Rubens Barrichello, que tinha largado em quinto, mas terminou apenas em sétimo.

A vitória de Massa acabou com 13 anos sem que um brasileiro fosse o primeiro colocado. A última aconteceu com Ayrton Senna, em 1993 - na ocasião, sua segunda vitória no Brasil. Os outros pilotos da casa a conquistarem a vitória no Brasil foram Emerson Fittipaldi (1973 e 74), José Carlos Pace (1975), Nelson Piquet (1983 e 86).

BRASILEIROS E O GP BRASIL
Folha Imagem
Fittipaldi: Emerson foi o ganhador do GP Brasil em 73 e 74; era o início
Folha Imagem
Pace:
Piloto segue o passos de Fittipaldi e é vencedor no GP de 1975
Folha Imagem
Piquet: Após 8 anos de jejum de brasileiros, o piloto vence em 83 e 86
Reuters
Senna: Piloto segue Piquet e é o vencedor do GP Brasil em 1991 e 1993
Folha Imagem
Massa: Vitória no GP de 2006 põe fim ao jejum de 13 anos de brasileiros
"Nunca vou esquecer esse dia", disse Massa após a corrida. "Mesmo que outras vitórias venham, e eu espero que venham, esse dia vai ficar para a minha história. O dia que sempre sonhei e esperei. Acho que sou iluminado. Estou muito contente", completou.

"Tem sido um fim de semana fantástico e eu preciso de algum tempo para acreditar que sou campeão novamente", disse o piloto de 25 anos. "É minha última chance com a Renault e um jeito fantástico de terminar um relacionamento. Terei essa memória para sempre comigo."

Com o título de 2006, Alonso se torna o bicampeão mais jovem da história da Fórmula 1 - o espanhol da Renault tem 25 anos, dois meses e 23 dias - e apenas o oitavo piloto a conquistar dois campeonatos consecutivos.

O segundo lugar de Alonso também colaborou para a conquista do título do Mundial de Construtores para a Renault, que é apenas a sétima equipe a ser campeã na Fórmula 1. As outras são Ferrari, Williams, McLaren, Lotus, Cooper e Brabham.

Assim que cruzou a linha de chegada, Alonso agradeceu pelo rádio sua equipe em francês - os motores da Renault são construídos na França - e em inglês - a fábrica da equipe é na Inglaterra. "Obrigado, obrigado", disse. "Novamente os dois campeonatos. Foi um prazer para mim. Desejo o melhor para vocês", completou se referindo à conquista do Mundial de Pilotos e Construtores.

Na próxima temporada Alonso correrá pela McLaren. O anúncio saiu já no fim do ano passado. Na Renault ficam Fisichella e Heikki Kovalainen, piloto de testes do time em 2006.

O GP do Brasil deste domingo marcou a 23ª vez na história da Fórmula 1 que a última etapa do ano decidiu o título.

Schumacher, que disputou sua última corrida como piloto, esteve impecável. Largando em décimo, ele conseguiu assumir a quinta posição em poucas voltas. Depois de ter o pneu furado, foi para os boxes e voltou em último. Pilotando como se estivesse simplesmente se divertindo, ele voou baixo e registrou a melhor volta da corrida, já no penúltimo giro, em 1min12s162.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host