UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

23/03/2008 - 05h34

Räikkönen vence GP da Malásia e traz "normalidade" à F-1

Do UOL Esporte
Em São Paulo
COMO FOI O GP DA MALÁSIA
Crédito
Räikkönen cruza linha de chegada...
AP
... e depois comemora vitória no GP
1. Kimi Räikkönen (FIN) - Ferrari
2. Robert Kubica (POL) - BMW
3. Heikki Kovalainen (FIN) - McLaren
4. Jarno Trulli (ITA) - Toyota
5. Lewis Hamilton (ING) - McLaren
6. Nick Heidfeld (ALE) - BMW
7. Mark Webber (AUS) - Red Bull
8. Fernando Alonso (ESP) - Renault
11. Nelsinho Piquet (BRA) - Renault
13. Rubens Barrichello (BRA) - Honda
19. Felipe Massa (BRA) - Ferrari
CLASSIFICAÇÃO FINAL
CLASSIFICAÇÃO COMPLETA DA PROVA
ÁLBUM DE FOTOS DA CORRIDA
VITÓRIA DE RÄIKKÖNEN FOI JUSTA?
Depois do sucesso da McLaren na Austrália, a Fórmula 1 retornou à normalidade com a vitória da Ferrari no Grande Prêmio da Malásia. Neste domingo, o finlandês Kimi Räikkönen confirmou na prática a teórica superioridade da escuderia italiana em 2008, conquistou sua primeira vitória no ano e passou a brigar diretamente pela liderança do Mundial de Pilotos.

Com o resultado, Räikkönen aparece na segunda colocação na classificação geral, com 11 pontos, mesma marca do alemão Nick Heidfeld, da BMW, mas em vantagem pelo número de vitórias. O britânico Lewis Hamilton, da McLaren, lidera, com 14 pontos.

O "passeio" da Ferrari em Sepang só não foi completo por causa do abandono de Felipe Massa. O brasileiro, que largou na pole position, estava atrás do companheiro de equipe quando perdeu o controle do carro em uma curva e rodou, faltando 26 voltas para o fim.

O carro ficou preso na caixa de brita, e ele não conseguiu voltar para a disputa. Assim, Massa, que também não completou a prova em Melbourne, volta a ser pressionado por causa dos maus resultados no ano.

A disputa na Malásia, que não contou com a tão temida chuva e teve poucas ultrapassagens, foi tranqüila para Räikkonen. O finlandês largou em segundo, mas roubou a liderança de Massa nos boxes.

O primeiro "pit stop" dos pilotos da Ferrari ajudou o atual campeão. Massa, em sua primeira parada, voltou à pista em 8s5. Já o trabalho com Räikkönen nox boxes foi 0s6 mais rápido, e o finlandês retornou à frente do brasileiro a 38 voltas para o fim.

"Realmente foi uma corrida bem fácil depois do primeiro pit stop", admitiu Räikkönen. "Tivemos um fim de semana difícil na Austrália e não estávamos com 100% de certeza que seria diferente aqui, mas tudo aconteceu de forma perfeita."

Räikkönen não foi pressionado em nenhum momento, nem mesmo quando estava atrás de Massa. Enquanto isso, o brasileiro perdeu rendimento após sua parada e acabou abandonando quando tentava se aproximar do companheiro de equipe.

MASSA RODA E ABANDONA
EFE
Ferrari de Massa é retirada da pista depois do abandono do brasileiro, que larga na pole, mas não termina a prova. Assim, ele continua sem pontuar na temporada e reencontra pressão na escuderia italiana.
1. Lewis Hamilton14
2. Kimi Räikkönen11
3. Nick Heidfeld11
CLASSIFICAÇÃOPONTOS
MASSA NÃO TERMINA NA MALÁSIA
CLASSIFICAÇÃO DA TEMPORADA 2008
Assim, sem problemas, o finlandês confirmou pela primeira vez a superioridade da Ferrari sobre as adversárias e conquistou, com tranqüilidade, sua primeira vitória no ano, a 16ª em sua carreira.

A BMW mostrou que tem um carro confiável em 2008. Depois do pódio na Austrália com o Heidfeld, a equipe alemã voltou a figurar entre as primeiras, com a segunda colocação do polonês Robert Kubica. O finlandês Heikki Kovalainen, da McLaren, terminou em terceiro.

O italiano Jarno Trulli (Toyota), o inglês Hamilton (McLaren), o alemão Heidfeld, o australiano Mark Webber (Red Bull) e o espanhol Fernando Alonso (Renault) foram os outros pilotos que pontuaram em Sepang. O brasileiro Nelsinho Piquet, da Renault, terminou em 11º, enquanto Rubens Barrichello, da Honda, excedeu o limite de velocidade nos boxes, teve de pagar uma punição ("drive-through") e foi o 13º.

Hospedagem: UOL Host