UOL Esporte Futebol Americano
 
04/11/2008 - 07h58

Barack Obama e John McCain roubam a cena em rodada da NFL

Do UOL Esporte
Em São Paulo
Os candidatos à presidência dos EUA roubaram a cena na rodada desta segunda-feira da NFL. Barack Obama e John McCain foram as principais atrações do jogo entre Pittsburgh Steelers e Washington Redskins, pois foram entrevistados durante o intervalo do confronto, realizado um dia antes das eleições norte-americanas. A partida, que terminou em 23 a 6 para os Steelers, foi a primeira disputada em Washington às vésperas de uma eleição desde 1984.

Molly Riley/Reuters
Torcedor manifesta apoio ao candidato democrata através de nome em camisa
MAIS SOBRE FUTEBOL AMERICANO
LEIA MAIS SOBRE ESPORTES
O placar do jogo ficou mesmo em segundo plano, já que os torcedores estavam mais preocupados em manifestar simpatia pelos candidatos. Durante o intervalo, Obama e McCain foram entrevistados pelo canal ESPN e não perderam a oportunidade de associar o esporte com a política.

Questionado sobre o melhor conselho que havia recebido na área esportiva, o candidato democrata lembrou de sua infância, quando jogava basquete. "Eu jogava bem, mas acabei cortado e me rebelei um pouco contra o meu treinador. Então, em algum momento, ele me disse que aquilo não havia acontecido por minha causa, mas para o melhor da equipe. Isso me faz pensar que se tirarmos o foco do nosso ego, somos capazes de fazer um trabalho melhor", disse Obama.

McCain seguiu a mesma linha e disse estar se divertindo durante a campanha por acompanhar a disputa de vários esportes. "Eu assisto a todos os esportes, o tempo todo, especialmente nos últimos meses. Isso tem sido muito divertido e eu estou gostando muito dessa fase", completou o candidato republicano, que opinou sobre sua modalidade preferida. "O Super Bowl é um evento mundial, não fica somente a nível nacional".

Após um início de campanha equilibrado, os democratas ficaram à frente com uma boa margem de diferença nas últimas pesquisas eleitorais. Obama, no entanto, preferiu não contar vantagem antes da eleição, que começou nesta terça. McCain, por sua vez, aposta em uma virada histórica na última hora.

Qualquer que seja o resultado, esta já será uma eleição marcante. O pleito pode dar aos EUA o primeiro presidente negro do país, Obama, ou o presidente mais velho a chegar ao poder, McCain, de 72 anos.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host