UOL Esporte Futebol Americano
 
04/01/2009 - 18h58

Defesa dos Ravens domina e encerra "conto de fadas" dos Dolphins

Do UOL Esporte
Em São Paulo
Sensação da temporada regular, o Miami Dolphins foi totalmente dominado pela defesa do Baltimore Ravens e foi derrotado por 27 a 9, na tarde deste domingo, na primeira rodada dos playoffs da Conferência Americana da NFL (Liga Profissional dos EUA de Futebol Americano).

DEFESA DOS RAVENS DEFINE JOGO
EFE
Ed Reed corre para marcar o touchdown, após interceptar passe dos Dolphins
Crédito
Pannington teve quatro passes pegos pela defesa dos Ravens e viu time ser derrotado
COLTS DÃO ADEUS AO TÍTULO
LEIA MAIS DO FUTEBOL AMERICANO
Com o resultado, os Ravens, que levaram a última vaga à fase decisiva, travam um duelo de duas melhores defesas da NFL nas semifinais. A equipe visitará o Tennessee Titans, melhor time da conferência, no próximo sábado, às 19h30 (de Brasília). Já o outro finalista sai do duelo entre Pittsburgh Steelers e San Diego Chargers, em Pittsburgh, no domingo, às 19h45.

A equipe de Miami fora a grande atração da primeira fase, sendo a vencedora da divisão Leste, após ser a pior equipe da temporada 2007-2008, com apenas 1 vitória em 16 jogos. O herói desta recuperação, o quarterback Chad Pannington, acabou sendo o "vilão" desta tarde, quando teve quatro passes interceptados pela defesa rival.

Nos erros dos Dolphins, os Ravens anotaram 17 pontos na partida e trataram de definir o confronto para ir às semifinais. O destaque acabou sendo Ed Reed, que interceptou dois passes e ainda marcou um touchdown.

Jogando em casa, os Dolphins animaram a torcida apenas até a metade do primeiro quarto. Na primeira posse de bola dos Ravens, a equipe de Miami conseguiu recuperar em um fumble, e abriu o placar com um field goal anotado por Dan Carpenter.

Em seguida, o time de Baltimore tratou de conter a euforia local. Primeiro com o field goal de Matt Stover, que empatou a partida. Depois, a eficiente defesa (a terceira melhor da temporada regular) passou a fazer a diferença. Jim Leonhard interceptou um passe do quarterback dos Dolphins, Chad Pannington, com seis minutos do segundo quarto, mas o ataque não soube aproveitar.

Seis minutos depois, a própria defesa resolveu com outra interceptação, agora de Ed Reed, que superou a marcação e anotou o touchdown da virada, correndo 64 jardas. Embalado, o setor voltou a parar o ataque rival e ainda deu tempo de Stover converter outro field goal para deixar os visitantes em vantagem de 13 a 3 no intervalo.

A pausa, porém, não mudou muito o panorama da partida. A defesa dos Ravens, mais uma vez, forçou um erro do ataque dos Dolphins no início do terceiro quarto e o running back Le'Ron McClain fez o touchdown para aumentar a vantagem para 20 a 3.

Pannington tentou a reação na posse de bola seguinte, mas terminou novamente sendo interceptado por Reed, quando a equipe estava a apenas 15 jardas do touchdown. A situação só mudaria no último quarto, quando o quarterback dos Dolphins deu o passe para Ronnie Brown chegar à end zone. Porém, a eficiente defesa dos Ravens bloqueou o ponto extra dos Dolphins e manteve 11 pontos de frente.

Em seguida, o time voltou a parar o ataque do Miami, e tratou de definir a partida com um touchdown do quarterback Joe Flacco, correndo cinco jardas. Acabou assim o sonho da pior equipe de 2007, que foi a sensação de 2008, mas sucumbiu nos playoffs.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host