Aposentadoria de Manning põe fim a uma das maiores rivalidades da NFL

Do UOL, em São Paulo

  • Ezra Shaw/Getty Images/AFP

    Peyton Manning e Tom Brady se cumprimentam após o último encontro de ambos na carreira, em 24 de janeiro de 2016

    Peyton Manning e Tom Brady se cumprimentam após o último encontro de ambos na carreira, em 24 de janeiro de 2016

Toda grande rivalidade um dia chega ao fim. Foi assim com Tyson x Hollyfield, Senna x Prost, Carl Lewis x Ben Johson e Larry Bird x Magic Johnson. E a aposentadoria de Peyton Manning, anunciada nesta segunda-feira, colocará um ponto final em um dos maiores duelos da história da NFL. Tom Brady ficará sem o seu maior oponente.

Manning, que tem 39 anos, e estava na NFL desde 1998, protagonizou junto ao marido de Gisele Bünchen um duelo que todos queriam ver e quase sempre foi parar no horário nobre da televisão americana - leia-se domingo e segunda-feira à noite.

Desde a temporada de 2001, os dois maiores quarterbacks da história da liga mediram forças a cada ano, com exceção de 2008, quando Manning se lesionou, e em 2011, quando foi Manning que ficou fora da temporada. Colocá-los frente a frente a cada campeonato era praticamente uma obrigação para quem elaborava a tabela da NFL.

Durante todos estes anos, foram 17 encontros entre os atletas, com 11 vitórias de Brady (sendo três em playoffs) e seis de Manning (sendo duas em playoffs). Porém, no último duelo, aquele cujo a foto fique eternizada para sempre na história, a vitória foi de Manning,

Defendendo o Denver Broncos, equipe pela qual conquistou o Super Bowl no começo de 2016, Manning superou o arquirrival na final da Conferência Americana. Os Broncos deixaram o campo e a vaga na grande decisão da NFL ao fazerem 20 a 18.

Diferentemente de muitas rivalidades na história do esporte, nas quais muitas vezes o ódio e as provocações deram o tom, os dois quarterbacks sempre demonstraram respeito um pelo outro, mantiveram conversas amigáveis e sempre estiveram longe das polêmicas.  A comparação ficou sempre por conta da mídia e dos fãs.

A admiração de um pelo outro é tamanha que na tarde de domingo, Brady publicou uma mensagem carinhosa em seu perfil no Facebook. Ele postou uma foto do último encontro dos dois em campo e escreveu: "Parabéns Peyton pela sua incrível carreira. Você mudou o jogo para sempre e fez todos ao seu redor melhor. Foui uma honra".

Manning se despede com dois títulos da NFL enquanto o rival tem quatro.

Por obra do destino, Manning e Brady sempre jogaram na mesma Conferência. Brady nunca saiu do New England Patriots e Peyton passou por Indianapolis e Broncos. Por causa disso, nunca puderam duelar em um Super Bowl. Azar da NFL!



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos