Brady pede mais tempo para recorrer de punição no caso das "bolas murchas"

Do UOL, em São Paulo

  • Suzanne Plunkett/Reuters

Tom Brady pediu o adiamento do prazo para recorrer depois de ser condenado a cumprir a suspensão de quatro jogos pelo envolvimento no escândalo de bolas murchas na final da Conferência Americana da NFL de 2015. O quarterback do New England Patriots contratou um novo advogado e solicitou à Suprema Corte mais 14 dias, levando o prazo final para 23 de maio.

Na final da Conferência Americana da NFL de 2015, Tom Brady foi acusado junto com o New England Patriots de usar de forma intencional bolas que não obedeciam as regulamentações de calibragem da Liga. Na ocasião, a equipe venceu o Indianapolis Colts por 45 a 7.

Antes do início da temporada de 2015/16, no entanto, um juiz distrital anulou a suspensão de Brady e permitiu que o quarterback participasse das 12 partidas restantes da temporada regulares e dos playoffs. Na última segunda-feira (25), a Corte de Apelações dos Estados Unidos determinou que Brady cumpra os quatro jogos restantes de sua punição.

Os Patriots estrearão na próxima temporada contra o Arizona Cardinals, fora de casa. Brady ainda terá de cumprir o gancho contra Miami Dolphins, Houston Texans e Buffalo Bills.

Veja também



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos