Ex-atleta da NFL é condenado a 18 anos de prisão, diz revista

Do UOL, em São Paulo

  • Nick Ut/Reuters

    Darren Sharper durante julgamento em Los Angeles

    Darren Sharper durante julgamento em Los Angeles

Ex-safety (posição de defesa do futebol americano), Darren Sharper, de 40 anos,  foi condenado a 18 anos de prisão nesta quinta-feira (18) por ter drogado e estuprado ao menos 16 mulheres em quatro estados nos EUA, segundo a revista Sport Ilustrated. Além disto, o ex-atleta terá que pagar uma multa de 20 mil dólares (aproximadamente R$ 25 mil).

No ano passado, o ex-jogador já havia se declarado culpado no Tribunal do Estado de Louisiana. À época, Sharper havia assumido a culpa pelas acusações de estuprar, drogar e agredir duas mulheres em 2013. Ele também admitiu culpa em outro caso envolvendo três mulheres no mesmo ano. 

Além destes casos ocorridos em Louisiana, há também outras acusações em Los Angeles, Arizona, Nevada e Nova York. Os crimes teriam dinâmicas semelhantes e o uso das drogas zolpidem, que é um indutor de sono, e morfina.

Mais histórico

Em 17 de janeiro de 2014, Sharper foi preso em Los Angeles e acabou liberado após pagamento de fiança de US$ 200 mil. A promotoria solicitará que o valor fosse aumentado para US$ 10 milhões.

O ex-atleta jogou na liga profissional americana de futebol americano por 13 temporadas, defendendo Green Bay Packers, Minnesota Vikings e New Orleans Saints, e até janeiro de 2014 era comentarista da emissora de TV da NFL, até seu contrato ser suspenso após as primeiras denúncias contra ele. 



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos