Suspeita de camisa furtada e parabéns de LeBron: o pós-jogo do mito Brady

Do UOL, em São Paulo

A quinta conquista do Super Bowl pelo New England Patriots fez do quarterback Tom Brady o inevitável centro das atenções na noite de domingo em Houston. Cada passo do agora jogador mais vitorioso da história da NFL foi registrado pelos jornais e emissoras americanas.

Mas o que chamou a atenção na festa foi o possível furto da camisa usada por Brady na final sobre o Atlanta Falcons. Em entrevista após a virada épica que terminou em 34 a 28, o quarterback disse que suspeitava que alguém tinha ficado com a principal parte de sua vestimenta.

"Estava exatamente aqui. Eu sei exatamente aonde eu coloquei", disse Brady enquanto chamava a equipe de segurança para ajudá-lo. "Isso não é bom. Estava bem aqui e agora não tenho mais ela. Isso não é bom", disse.

Segundo o jornal "USA Today", a camisa não tinha sido achada até a saída do jogador do estádio. "Não. Vai estar à venda no E-bay em breve, eu acho", disse Brady, segundo a publicação, referindo-se a uma possível venda de sua camisa no site especializado em leilão.

Mensagens de LeBron e Trump

Entre as muitas mensagens de parabéns recebidas por Brady nas redes sociais, a que mais chamou a atenção foi a de LeBron James. Em vídeo postado em seu perfil de Instagram, o MVP da última final da NBA chamou o quarterback de melhor de todos os tempos.

"Uma grande saudação ao G.O.A.T. (O maior de todos os tempos), Tom Brady, em seu quinto campeonato. Quando criança, você sonha com momentos como esse, e ele definitivamente fez isso", disse.

O president Donald Trump também parabenizou os Patriots e Tom Brady pela vitória. Durante a campanha presidencial, houve polêmica em torno de um possível apoio do quarterback ao republicano, nunca confirmada oficialmente. Os dois são amigos.

"Que incrível virada e vitória dos Patriots. Tom Brady, Bob Kraft e Coach B são vencedores completos. Wow", escreveu.

Veja também



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos