Brady alega motivo pessoal e não visitará Trump em cerimônia na Casa Branca

Do UOl, em São Paulo

  • Donna Connor/WireImage

    Tom Brady é amigo de Donald Trump, mas não estará na cerimônia na Casa Branca

    Tom Brady é amigo de Donald Trump, mas não estará na cerimônia na Casa Branca

O quarterback Tom Brady alegou motivos pessoais para não comparecer ao encontro dos jogadores do New England Patriots com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. A cerimônia ocorrerá na Casa Branca, nesta quarta-feira.

Brady é amigo de Trump. O jogador preferiu não detalhar o motivo de sua ausência. A imprensa norte-americana acredita que a razão possa ser o estado de saúde da mãe de Brady, que tem câncer.

"À luz de alguns desenvolvimentos recentes, eu não poderei comparecer à cerimônia. Eu estarei atendendo algumas questões familiares", destacou Brady.

De acordo com o presidente do Patriots, Bob Kraft, a mãe de Brady, Galynn faz tratamento há 18 meses contra o câncer, realizando sessões de quimioterapia. O marido de Gisele Bundchen não comenta assuntos relacionados à mãe.

Nos EUA, é tradição os times campeões da NFL serem recebidos pelo presidente do país. Durante a semana, alguns atletas do New England Patriots ameaçaram não comparecer ao encontro na Casa Branca em virtude de divergências quanto à política adotada por Trump. 



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos