Brady? Que nada! Jogador que nunca jogou playoff vira mais bem-pago da NFL

Do UOL, em São Paulo

  • Marcio Jose Sanchez/AP

    Derek Carr, jogador do Oakland Raiders

    Derek Carr, jogador do Oakland Raiders

O quarterback Derek Carr, do Oakland Raiders, confirmou nesta quinta-feira (22) sua renovação contratual com a franquia. Embora os números do negócio ainda não tenham sido tornados públicos, o jornal "USA TODAY" e outras publicações informam que o acordo renderá US$ 125 milhões (R$ 417 milhões) ao atleta nos próximos cinco anos.

"Agora está feito! De início eu queria ser um Raider por toda vida. Um passo mais perto disso! Abençoado! Negócio fechado! Vamos só jogar agora!", publicou o atleta, que superou o também quarterback Andrew Luck e terá a maior média salarial de toda a NFL.

Antes o líder da liga, Luck recebe em média US$ 24,5 milhões (R$ 81,8 milhões) por campanha, número superado por US$ 500 mil (R$ 1,6 milhões) por Derek Carr com o novo acordo. Atual campeão do Super Bowl e jogador mais vencedor da história da NFL, Tom Brady ganha em média US$ 20,5 milhões (R$ 68,4) anuais em seu atual acordo.

Ao contrário do jogador do New England Patriots, Carr jamais participou de um jogo nos playoffs, porém isso ocorreu por acaso. Isso porque o jogador de 26 anos conduziu seu time à fase eliminatória na última temporada, durante a qual ele foi cotado como candidato a MVP da NFL por ter registrado 28 touchdowns e apenas seis interceptações, somando 12 vitórias e três derrotas.

Apesar do bom desempenho, Carr acabou fora dos playoffs por conta de uma fratura sofrida no último jogo da temporada regular, que custou o título da divisão AFC Oeste e colocou os Raiders na disputa da rodada do wild-card, onde eles acabaram derrotados pelo Houston Texans.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos