Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://esporte.uol.com.br/futebol/album/2016/01/15/20-gringos-que-vieram-para-o-brasil-e-viraram-idolos-das-torcidas.htm
  • totalImagens: 20
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20160115060000
Fotos

Tevez (Corinthians) - Em um ano e meio no clube, tornou-se ídolo pela dedicação em campo e por liderar o time na conquista do Brasileirão de 2005. A crise após a eliminação da Libertadores de 2006 acelerou sua saída. Após rodar pela Europa, voltou ao Boca Juniors, seu time formador. Antônio Gaudério/Folhapress Mais

Gamarra (Corinthians) - O zagueiro paraguaio que marcou época por seu estilo conquistou dois títulos brasileiros no Corinthians, em 1998 e 1999. Também passou por Flamengo, Internacional e Palmeiras. Aposentou-se em 2007 Folhapress Mais

Rincón (Corinthians) - Estrangeiro que mais vestiu a camisa alvinegra (158 jogos), o volante colombiano foi bicampeão brasileiro e campeão mundial em 2000. Encerrou a carreira em 2004, no Corinthians Folha Imagem Mais

Lugano (São Paulo) - Chegou em 2003 sob desconfiança, mas conquistou a torcida por sua raça e foi o líder da zaga no time campeão mundial em 2005. O uruguaio saiu em 2006, rumo ao Fenerbahce. Mas, aos 35 anos, está de volta ao Morumbi Paulo Pinto/saopaulofc.net Mais

Pedro Rocha (São Paulo) - O meia uruguaio fez 375 jogos com a camisa tricolor e foi campeão brasileiro em 1977. Fez carreira de treinador no Brasil até 2000. Morreu em 2013, aos 70 anos Divulgação/Arquivo Histórico SPFC Mais

Darío Pereyra (São Paulo) - O zagueiro uruguaio defendeu o São Paulo entre 1977 e 1988, conquistando dois títulos do Campeonato Brasileiro. Após pendurar as chuteiras em 1992, começou no São Paulo sua carreira de treinador, assumindo o time em 1997 Joel Silva/ Folhapress Mais

Petkovic (Flamengo) - O gol antológico na final do Carioca contra o Vasco em 2001 já bastava, mas a idolatria dos rubro-negros ficou ainda maior depois das grandes atuações no título do Brasileirão de 2009. Encerrou sua carreira no Flamengo, em 2011 Maurício Val/VipComm Mais

Romerito (Fluminense) - O meia paraguaio foi o herói do título brasileiro em 1984, fazendo o gol da vitória na final contra o Vasco da Gama. Após 211 jogos, deixou o Tricolor em 1988 rumo ao Barcelona. Encerrou a carreira em 1998, no Sportivo Luqueño-PAR Site oficial do Fluminense Mais

Conca (Fluminense) - Foi contratado para a Libertadores de 2008 após se destacar no Vasco. Liderou o Fluminense na campanha do título nacional em 2010 e foi eleito o craque do Brasileirão daquele ano. Hoje está no Shanghai Dongya, da China Matheus Andrade/Photocamera Mais

Seedorf (Botafogo) - Após encerrar seu contrato com o Milan em 2012, o meia holandês assinou com o Botafogo e ajudou o time a voltar para a Libertadores depois de 18 anos. Competição que ele não chegou a disputar, pois decidiu se aposentar em janeiro de 2014 para assumir o comando técnico do Milan Vitor Silva/SSPress Mais

Loco Abreu (Botafogo) - Chegou ao Botafogo em 2010 e logo conquistou a torcida com muita personalidade e, claro, gols. Foi o destaque do título carioca daquele ano. Saiu em 2012 rumo ao Figueirense e hoje joga no Sol de America, do Paraguai Fabio Castro/Agif Mais

Andrada (Vasco) - Campeão brasileiro pelo Vasco em 1974, o goleiro argentino entrou para a história ao sofrer o milésimo gol de Pelé, em 1969. Aposentou-se em 1982 Arquivo/Folhapress Mais

Martín Silva (Vasco) - Melhor goleiro da Libertadores de 2013 com o Olímpia, aceitou jogar a Série B pelo Vasco no ano seguinte e logo conquistou a torcida com grandes atuações. Foi destaque no título carioca em 2015 e, mesmo após mais um rebaixamento, confirmou sua permanência no clube Paulo Fernandes / Site oficial do Vasco Mais

Guiñazu (Internacional e Vasco) - Campeão da Libertadores e da Sul-Americana pelo Internacional, conquistou também a torcida do Vasco com sua raça no meio de campo. Aos 37 anos, está de saída do cruzmaltino e deve voltar para a Argentina Lucas Uebel/Vipcomm Mais

Figueroa (Internacional) - O zagueiro chileno fez história no Colorado com os títulos do Campeonato Brasileiro em 1976 e 1975, quando marcou o gol da vitória na decisão contra o Cruzeiro. Encerrou sua carreira em 1982, no Colo-Colo Divulgação / Site Oficial Mais

D'Alessandro (Internacional) - Chegou ao Beira-Rio em 2008 e, desde então, conquistou Libertadores, Sul-Americana, Recopa e seis títulos estaduais. Segue como a referência do time para 2016 AFP PHOTO / JEFFERSON BERNARDES Mais

De León (Grêmio) - O zagueiro uruguaio foi campeão brasileiro em 1981 e, dois anos mais tarde, foi o capitão das conquistas da Libertadores e do Mundial Interclubes. Aposentou-se em 1993, no Nacional-URU Conmebol/Divulgação Mais

Arce (Grêmio e Palmeiras) - O lateral paraguaio, mortal na bola parada, foi campeão da Libertadores pelo Grêmio, em 1995, e pelo Palmeiras, em 1999. Deixou os gramados em 2005 e hoje é técnico do Olimpia-PAR Reprodução/Facebook Mais

Rodolfo Rodriguez (Santos) - O goleiro uruguaio defendeu o Santos entre 1984 e 1988 e entrou para a história com uma sequência de defesas contra o América de Rio Preto na Vila Belmiro. Jogou até 1994, quando defendia o Bahia Matuiti Mayezo/Folhapress Mais

Sorin (Cruzeiro) - O lateral da seleção argentina chegou ao Cruzeiro em 2000 e, no mesmo ano, sagrou-se campeão da Copa do Brasil. Rodou a Europa até encerrar a carreira com a camisa celeste, em 2009 João Wainer/Folhapress Mais

20 gringos que vieram para o Brasil e viraram ídolos das torcidas

ÚLTIMOS ÁLBUNS DE FUTEBOL



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos