Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://esporte.uol.com.br/futebol/album/2016/12/14/as-16-piores-contratacoes-do-futebol-em-2016.htm
  • totalImagens: 16
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20161214060000
    • Esporte [12810];
Fotos

GUSTAVO - O Corinthians investiu R$ 3 milhões para tirar o jogador do Criciúma, pensando em resolver os problemas do ataque. Após oito jogos, ele não conseguiu marcar nenhum gol Rubens Cavallari/Folhapress Mais

KIEZA - Foi anunciado pelo São Paulo em janeiro ao custo de R$ 4 milhões, com o status de contratação mais cara de 2016. Em março, insatisfeito com a reserva, brigou com a diretoria e foi liberado ao Vitória Rubens Chiri/saopaulofc.net Mais

DAGOBERTO - Chegou ao Vitória em março, mas não conseguiu se firmar e, depois de 20 jogos sem marcar nenhum gol, acertou o fim de seu vínculo com o clube baiano em agosto Joka Madruga/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

DIEGO SOUZA - Apresentado pelo Fluminense no início do ano como uma das principais contratações para 2016, deixou o clube três meses depois alegando motivos pessoais e voltou para o Sport Nelson Perez / Site oficial do Fluminense Mais

FELLYPE GABRIEL - Contratado pelo Vasco em maio, só fez sua estreia em agosto. E não agradou. Foi parar na lista de dispensas do clube no fim da temporada Paulo Fernandes/Site oficial do Vasco Mais

MAXI ROLÓN - O argentino de 21 anos saiu do Barcelona B para jogar no Santos, mas foi rejeitado pelo técnico Dorival Júnior e deixou o clube depois de atuar em apenas cinco jogos, nenhum como titular Ivan Storti/Santos FC Mais

DAMIÁN LIZIO - O meia da seleção boliviana chegou ao Botafogo com status de camisa 10 no começo do ano, mas não se adaptou ao futebol brasileiro e acabou encostado pelo técnico Jair Ventura Vitor Silva/SSPress/Botafogo. Mais

NICO LÓPEZ - O atacante uruguaio custou cerca de R$ 15 milhões aos cofres do Inter, mas passou a maior parte do tempo na reserva e só ganhou espaço no time na reta final da campanha, sem conseguir evitar o rebaixamento Divulgação SC Internacional Mais

VÁGNER LOVE - O Monaco pagou multa de R$ 4,3 milhões ao Corinthians para contar com o atacante no começo do ano, mas ele só ficou lá até agosto. Sem espaço, foi transferido de graça para o Alanyaspor, da Turquia VALERY HACHE/AFP Mais

ALEXANDRE PATO - Nos seis meses em que esteve emprestado pelo Corinthians no Chelsea, disputou apenas dois jogos e marcou um gol Darren Staples Livepic-2.abr.2016/Reuters Mais

JACKSON MARTINEZ - Após sair do Atlético de Madri como pior contratação da história do clube, o atacante colombiano custou mais de R$ 150 milhões ao Guangzhou Evergrande, time chinês de Felipão e Paulinho, onde esquenta o banco Getty Images Mais

HAL ROBSON-KANU - Depois de classificar Gales à semifinal da Euro com um golaço, disse ter recusado propostas da China e da Espanha para assinar com o West Bromwich Albion, onde ainda não marcou um gol sequer Divulgação/WBA Mais

MOUSSA SISSOKO - O francês foi outro que impressionou durante a Euro, o que fez o Tottenham pagar R$ 125 milhões ao Newcastle para contratá-lo. O investimento ainda não foi justificado - presença constante no banco, já chegou a ser cobrado publicamente pelo técnico Mauricio Pochettino Divulgação/Tottenham Mais

PACO ALCÁCER - O Barcelona pagou R$ 108 milhões ao Valencia pelo atacante, com a intenção de ter um substituto à altura de Luiz Suárez. Mas ele passou 11 jogos sem marcar nenhum golzinho, jejum que só foi quebrado em um amistoso contra o Al-Ahli AP Photo/Manu Fernandez Mais

SÁNCHEZ MIÑO - Argentino chegou à Toca da Raposa II no início do ano. Ao desembarcar no aeroporto, ele foi levado de Uber até a sede administrativa do clube para assinar contrato. A passagem por Belo Horizonte, porém, foi mais curta do que se imaginava. À época, dono da camisa 7 (hoje utilizada por Rafael Sóbis), o argentino jogou no meio-campo e na lateral esquerda. Em ambos não convenceu. Não é à toa que deixou o time no início de junho. Washington Alves/Light Press/Cruzeiro Mais

As lesões constantes de Leonardo Silva e a irregularidade dos reservas fizeram o Atlético-MG buscar um zagueiro a pedido de Marcelo Oliveira. O treinador solicitou um atleta com currículo vasto. Campeão da Libertadores da América pelo Internacional e com passagem pelo exterior, Ronaldo foi uma verdadeira decepção na Cidade do Galo. As atuações abaixo da média fizeram com que o jogador deixasse o clube antes mesmo do término do contrato, previsto para 2017. O experiente defensor foi demitido em dezembro de 2016 Bruno Cantini/Atlético-MG/Divulgação Mais

As 16 piores contratações do futebol em 2016

ÚLTIMOS ÁLBUNS DE FUTEBOL



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos