Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://esporte.uol.com.br/futebol/album/2017/03/22/nao-e-so-rooney-europeus-se-renovam-e-estrelas-perdem-espaco-na-selecao.htm
  • totalImagens: 9
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20170322040000
    • Esporte [12810];
Fotos

Wayne Rooney - A Inglaterra enfrenta a Alemanha nesta quarta e você não verá Wayne Rooney em campo. Maior artilheiro da história da sua seleção e capitão do time até poucos meses atrás, ele não foi convocado por Gareth Southgate, no que foi entendido pela imprensa inglesa como um adeus amargo do "Shrek" à seleção. Neste álbum, o UOL Esporte relembra outros tantos jogadores que, como ele, foram marcantes do futebol internacional e, por diferentes motivos, não estão mais com suas seleções. Reuters / Carl Recine Mais

Lukas Podolski - Eleito o melhor jogador jovem da Copa de 2006, ele virou um coadjuvante nos anos de ouro da Alemanha. Nesta quarta, ele faz seu último jogo pela seleção. O amistoso contra a Inglaterra em Dortmund deve ser marcado por uma grande festa para o atacante, xodó da torcida brasileira no Mundial de 2014. REUTERS/Hannibal Hanschke Mais

Bastian Schweinsteiger - Motor do meio-campo que venceu a Copa de 2014, o ponta que virou volante deu adeus à seleção de seu país no ano passado, após a eliminação na Euro, em uma festa marcada por homenagens e muito choro. Nos últimos dias, ele ainda anunciou sua saída da Europa. Encostado no Manchester United, deve encerrar a carreira no Chicago Fire, da MLS. REUTERS/Thilo Schmuelgen Mais

Phillip Lahm - Um dos destaques da Copa de 2006, quando era apenas uma jovem revelação, o lateral que jogava dos dois lados do campo levantou a taça no Mundial de 2014 como capitão e logo em seguida anunciou sua aposentadoria da seleção. No fim desta temporada, deixa o futebol de forma definitiva após uma carreira quase inteira no Bayern de Munique. EFE/EPA/ANDREAS Mais

Iker Casillas - Se os alemães saíram em alta, com festa e homenagens, o adeus do goleiro que levantou a Copa do Mundo de 2010 foi amargo. Casillas teve de deixar o Real Madrid para poder jogar, perdeu a titularidade na seleção para De Gea e finalmente deixou de ser chamado no ano passado pelo técnico Julian Lopetegui, mesmo negando ter se aposentado da carreira internacional. EFE/Chema Moya Mais

Xavi - Talvez o maior craque da geração que conquistou o mundo na África do Sul, o meia do Barcelona se aposentou da seleção logo após o vexame da Copa de 2014, quando a então campeã caiu na primeira fase. Julio Cesar Guimarães/UOL Mais

Karim Benzema - Titular do Real Madrid, o centroavante francês não é chamado para a talentosa seleção de seu país por problemas extra-campo. Uma suposta chantagem contra Valbuena, seu companheiro de time, o levou para os tribunais e acabou por tirá-lo da Euro do ano passado. Desde então, não vem sendo mais lembrado. FRANCK FIFE/AFP Mais

Franck Ribery - Revelação da França que por pouco não ganhou a Copa do Mundo de 2006, Ribery sempre viveu às voltas com a seleção. Em 2014, foi cortado por uma lesão nas costas, se irritou, reclamou e não voltou a ser lembrado. Como Benzema, perdeu lugar para atacantes mais jovens. Ian Walton/Getty Images Mais

Andrea Pirlo - O maestro da Itália nos últimos dez anos já foi e voltou várias vezes em sua relação com a seleção. O último retorno da aposentadoria foi nas Eliminatórias para a Euro do ano passado. Quando o time garantiu a vaga para o torneio em si, no entanto, Pirlo acabou ficando fora. Em ação nos EUA, ele segue fora da Azzurra que caminha para a Copa da Rússia. Getty Images Mais

Não é só Rooney. Europeus se renovam e estrelas perdem espaço na seleção

ÚLTIMOS ÁLBUNS DE FUTEBOL



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos