UOL Esporte Campeonato Alemão
 
03/10/2009 - 12h27

Leverkusen vence, é líder e pressiona o Hamburgo; Bayern tropeça

Mesmo sem contar com o brasileiro Renato Augusto, contundido, o Bayer Leverkusen segue firme sua trajetória rumo ao título do Campeonato Alemão. A equipe goleou o Nuremberg por 4 a 0, em casa, assumiu a liderança provisória do torneio e jogou a responsabilidade para o Hamburgo que joga neste domingo. Já o Bayern de Munique bem que tentou, mas não conseguiu superar a retranca do Colônia em plena Allianz Arena, ficou no 0 a 0 e interrompeu sua ascensão.

EFE/Rolf Vennenbernd
Derdiyok (19) e Vidal comemoram o terceiro gol do Leverkusen sobre o Nuremberg
A CLASSIFICAÇÃO DA BUNDESLIGA
REAL TESTA FORÇA CONTRA SEVILLA
MANCHESTER SE SALVA NO FINAL
FOTOS DA RODADA NA EUROPA
A briga pela liderança da Bundesliga está acirrada. Invicto com seis vitórias e dois empates, o Leverkusen foi a 20 pontos e tem campanha bem semelhante a do Hamburgo. O time de Zé Roberto, com 17 pontos, precisará vencer o Hertha nesta rodada e ainda tirar um saldo de três gols para alcançar o oponente. Na outra ponta, o Nuremberg está em situação complicada, na vice-lanterna com cinco pontos.

A vitória tranquila foi construída ainda no primeiro tempo. Logo aos 2 minutos, Toni Kroos abriu o placar. Aos 28, Rolfes converteu cobrança de pênalti e ampliou o marcador. Ainda antes do intervalo, Eren Derdiyok fez 3 a 0. Na etapa final, a equipe selou a goleada com Kiessling aos 23 minutos do segundo tempo.

Também sem uma de suas principais estrelas, o atacante Arjen Robben, lesionado, o Bayern não teve vida fácil. Depois da derrota por 1 a 0 para o Hamburgo na última rodada, não conseguiu se recuperar e completou o terceiro jogo seguido sem marcar um gol sequer - ainda empatou com o Juventus pela Liga dos Campeões no meio da semana.

O time foi a 12 pontos e é o sétimo colocado, enquanto o adversário é apenas 16º. Os bávaros ainda mantiveram um incômodo tabu de sete anos. A última vitória sobre o Colônia em casa foi em 23 de março de 2002. Desde então, foram três empates e três derrotas.

O jogo em Munique foi de um time só, mas faltou o principal: balançar as redes. O Bayern tomou a iniciativa do jogo, teve sete escanteios e duas bolas na trave apenas no primeiro tempo. Desde o início passou a trocar passes no meio de campo para envolver a marcação do Colônia que claramente queria o empate com a única estratégia de se defender, o que fez bem por sinal.

O francês Ribéry, que era dúvida para a partida vítima de uma lesão, atuou durante a etapa inicial sendo fundamental na criação das jogadas, principalmente pela esquerda. E foi por esse lado que surgiu a primeira oportunidade clara aos 11 minutos. Em cobrança de escanteio, Schweinsteiger se antecipou na primeira trave e cabeceou no travessão.

Com o time fechado, o Bayern insistia pelas alas com cruzamentos na área. Porém, a conclusão era imprecisa. Aos 36min, o Colônia teve sua única chance em todo o jogo. No contra-ataque, o zagueiro brasileiro Pedro Geromel invadiu a área, cortou para o meio e chutou cruzado. A bola passou perto. Aos 38min, os anfitriões deram o troco. Schweinsteiger recebeu cruzamento e cabeceou no contrapé de Mondragón. A bola desviou em Klose e acertou novamente o travessão.

A tônica no segundo tempo foi a mesma. O time pressionava, mas o gol não saía, o que deixou a torcida irritada, ensaiando suas primeiras vaias. Aos 9min, mais uma chance clara que não teve resultado. Lahm cruzou da direita e Mario Gómez, que entrou no intervalo, tentou dominar. A bola sobrou para Müller, que bateu cruzado, mas a zaga fez o corte. A jogada predominante continuou sendo os cruzamentos na área, mas os times ficaram mesmo no 0 a 0.

Outros resultados:
Mainz 2 x 1 Hoffenheim
Bochum 1 x 1 Wolfsburg
Hannover 5 x 2 Freiburg
Borussia M´gladbach 0 x 1 Borussia Dortmund

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host