UOL Esporte Campeonato Alemão
 
04/03/2010 - 13h28

Ex-árbitro acusado de assédio sexual entra em acordo com federação alemã

Das agências internacionais
Em Berlim (Alemanha)

O ex-árbitro Manfred Amerell, 62 anos, acusado de ter assediado sexualmente vários colegas de profissão, entrou em acordo extrajudicial com a Federação Alemã de Futebol (DFB) nesta quinta-feira. O ex-juiz retirou o recurso que havia apresentado ao tribunal pedindo uma medida cautelar para proibir a entidade de acusá-lo de assédio.

Desta maneira, a organização pode voltar a dizer que Amerell cometeu o crime. Em troca, o ex-árbitro obteve acesso aos testemunhos juramentados e às identidades de quem o acusa de assédio. Porém, ele não pode torná-las públicas. Isso evitou que o caso fosse apreciado na Audiência Provincial de Munique, em audiência prevista para esta tarde.

O escândalo obrigou Amerell a deixar a comissão arbitral da DFB há duas semanas. O ex-árbitro alega ser inocente e disse que estava "desapontado" pelo modo como "assuntos particulares tornaram-se públicos de uma forma falsa e difamatória".

O ex-juiz garantiu que não assediou nenhum companheiro, mas admitiu que uma “amizade muito intensa” com um colega pode ter sido mal interpretada. A esposa de Amerell afirmou que as acusações atribuídas a seu marido são calúnias.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host