UOL Esporte Campeonato Alemão
 
05/08/2010 - 08h42

Bayern de Munique quer indenização de holandeses por baixa de Robben

Das agências internacionais
Em Frankfurt (ALE)

O presidente do Bayern de Munique, Karl-Heinz Rummenigge, confirmou que irá cobrar a Federação Holandesa de Futebol pela lesão sofrida por Arjen Robben na fase de preparação da seleção para a Copa do Mundo da África do Sul. O dirigente quer que o seu clube receba uma indenização, já que o meia-atacante ficará dois meses parado após jogar o Mundial no sacrifício.

“Seria justo que a Federação holandesa assumisse os custos”, aponta Rummenigge, em entrevista ao jornal Abdenzeitung, de Munique. Segundo o presidente, os holandeses são responsáveis pela lesão de Robben.

O atleta holandês ficará dois meses fora dos gramados por causa de uma lesão muscular, sofrida durante uma partida de preparação da sua seleção contra a Hungria. Essa lesão impediu que o jogador pudesse entrar nos dois primeiros jogos da Copa. Mas ele se recuperou em tempo recorde e atuou nas cinco partidas seguintes da equipe que foi vice-campeã.

O Bayern afirma que sofre agora as consequências tardias de uma lesão que não foi curada de forma adequada. O clube bávaro ressalta até mesmo que os profissionais holandeses foram “irresponsáveis” pelo diagnóstico.

O médico do Bayern, Hans-Wilhelm Müller Wohlfahrt, lembou que a Federação Holandesa descartou sua oferta para ajudar no tratamento do atleta. “Vamos tentar chegar a um acordo amigável com a Federação Holandesa. A Fifa foi informada da lesão de Robben e pedimos que atue como mediadora se for necessário”, completou Rummenigge.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host