UOL Esporte Campeonato Alemão
 
11/08/2010 - 08h43

Lesão de Robben custa 11 mil euros por dia ao Bayern, que exige indenização

Das agências internacionais
Em Berlim (ALE)

A lesão de Arjen Robben custa 11 mil euros por dia ao Bayern de Munique, e o presidente do clube, Karl-Heinz Rummenigge, exige uma indenização da Federação Holandesa de Futebol. Segundo o dirigente, os médicos da seleção laranja são os responsáveis pela baixa do jogador, que não se apresentou 100% na Alemanha após a Copa do Mundo.

Segundo as contas do diário Bild, essa quantia é o que o Bayern tem que gastar por dia, mesmo com o jogador fora da preparação da equipe para a temporada. Uma cláusula no contrato de Robben com o Bayern garante o pagamento da totalidade de seu salário durante três meses, em caso de lesão.

Robben ainda deve ficar mais dois meses fora. O jornal explica que o Bayern, ao final deste tempo, terá gastado 613.700 euros com um jogador que não pode entrar em campo. A norma geral na Alemanha é de não existir a cláusula que há no contrato do meia-atacante. Assim, a partir da sexta semana, o atleta passa a receber do clube um valor bastante menor: 186,67 euros ao dia, o que resulta em 5.600 euros em um mês de 30 dias.

Rummenigge e o médico do Bayern, Hans-Wilhelm Müller-Wohlfahrt, que também atende os jogadores da seleção alemã, responsabilizam a Federação Holandesa pela lesão de Robben. A seleção laranja teria usado um método incorreto para curar o atleta. O clube bávaro ressalta até mesmo que os profissionais holandeses foram “irresponsáveis” pelo diagnóstico.

O atleta holandês sofre com uma lesão muscular, que aconteceu durante uma partida de preparação da sua seleção contra a Hungria. Esse problema impediu que o jogador pudesse entrar nos dois primeiros jogos da Copa. Mas ele se recuperou em tempo recorde e atuou nas cinco partidas seguintes da equipe que foi vice-campeã mundial.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host