Bayern goleia Wolfsburg, é campeão e celebra dinastia inédita na Alemanha

Do UOL, em São Paulo

A vitória por 6 a 0 diante do Wolfsburg neste sábado, na casa do adversário, deu ao Bayern de Munique mais do que três pontos. Faltando três rodadas para o fim do Campeonato Alemão, o clube bávaro chega a 73 pontos, já não pode ser alcançado pelo RB Leipzig (63) e pode comemorar o título de campeão nacional pela 27ª vez.

Mais do que apenas um troféu, a conquista marca uma hegemonia inédita no futebol alemão: as cinco conquistas consecutivas são um recorde na história da Bundesliga. O Bayern de Munique, ano após ano, vai transformando o futebol doméstico em uma dinastia.

Fora da Alemanha, entretanto, as coisas não vão tão bem. Apesar da esperada conquista nacional, o Bayern foi eliminado da Copa dos Campeões pelo Real Madrid, nas quartas de final.

Jogo sem sustos e com domínio completo

A partida na Volkswagen Arena foi inteirinha do Bayern. O campeão alemão dominou completamente as ações, praticamente não foi ameaçado  e poderia até ter vencido por uma goleada ainda maior. Mesmo nos minutos finais, com o título confirmado e o placar de 6 a 0, o time da Bavária pressionava saída de bola e partia para o ataque.

Alaba abriu o placar em uma linha cobrança de falta, e Lewandowski, com oportunismo, aproveitou duas jogadas perto do gol para balançar as redes. Já no segundo tempo, com a vitória garantida, Robben fez linda jogada individual e marcou o quarto. Muller marcou a dez minutos do final, e Kimmich fechou o placar.

Brasileiro perde a cabeça

John MacDougall/AFP Photo

Se na bola foi um jogo tranquilo para o Bayern, os temperamentos do brasileiro Luiz Gustavo se inflamaram na segunda etapa. Expulso após receber no segundo amarelo ao dar entrada em Renato Sanches, o volante aplaudiu arbitro, gritou muito e precisou ser contido pelos companheiros. Com 33 pontos, o Wolfsburg briga contra o rebaixamento.

Clima de despedida

Fabian Bimmer/Reuters

O jogo teve clima de despedida para Phillip Lahm, que comemora sua última conquista com a camisa do Bayern. Aos 33 anos, o lateral, titular da equipe desde 2006, encerra sua carreira no fim da temporada.

O veterano segue atuando em alto nível, e foi titular na goleada sobre o Wolfsburg. Mesmo jogando na casa do adversário, foi aplaudido pelos torcedores ao deixar o gramado.

Xabi Alonso é outro jogador que terá na conquista a última de sua carreira. O volante não atuou neste sábado, mas também já avisou que deve encerrar a carreira no fim desta temporada.

UOL Cursos Online

Todos os cursos