Brasileiro vira herói e decide clássico épico entre Borussia e Schalke

Do UOL, em São Paulo

Borussia Dortmund Schalke 04 fizeram um clássico inacreditável neste sábado pelo Campeonato Alemão. O Borussia fez 4 a 0 no primeiro tempo e pareceu impassível ao tomar quatro gols do Schalke no segundo. O placar final (4 a 4) foi completado pelo zagueiro brasileiro Naldo, de 35 anos, que fez de cabeça o gol de empate para desespero da torcida da casa.

Naldo, por sinal, se machucou e parecia jogar no sacrifício porque seu time não tinha mais substituições para fazer. O Borussia jogou com um homem a menos nos 20 minutos finais e viu uma reação épica de seus maiores rivais no segundo tempo.

O clássico de maior rivalidade do futebol alemão teve de tudo: atmosfera épica criada pela torcida da casa, expulsão, lesão séria, gol contra, defesas milagrosas, gol anulado pelo árbitro de vídeo, catimba alemã, reviravoltas, jogadores atuando no sacrifício, sete minutos de acréscimo, briga no final e visitantes comemorando o empate como se fosse título.

REUTERS/Wolfgang Rattay
Naldo fez dois gols, mas apenas um foi validado

O Dortmund começou atropelando no Signal Iduna Park e já estava ganhando por 4 a 0 nos primeiros 25 minutos do jogo. A goleada foi construída no melhor estilo blitzkrieg, com os quatro gols sendo marcados em apenas 13 minutos por Aubemeyang, Gotze, Raphael Guerreiro e Stambouli, contra, ao cortar um cruzamento com um chute de carateca e jogar a bola contra as próprias redes.

AFP PHOTO / DPA / Ina Fassbender

O que parecia uma vitória tranquila, um chocolate, acabou se tornando uma partida épica porque o Schalke voltou com uma postura completamente diferente para o segundo tempo.

Com três novos jogadores, corrigiu seus problemas defensivos e passou a assustar os adversários. O zagueiro brasileiro Naldo chegou a comemorar um gol de cabeça, mas logo a arbitragem anulou o lance por causa de um impedimento visto apenas pelo juiz de vídeo.

Mas a anulação não arrefeceu a empolgação do Schalke, que diminuiu com um belo gol de cabeça e por cobertura de Burgstaller. Quatro minutos depois, Harit, que havia entrado no segundo tempo, fez o segundo, tornando o jogo dramático.

O goleiro do Borussia ainda fez uma defesa milagrosa que evitou o terceiro gol. Gotze, do Borussia se machucou e foi substituído. Harit, que tinha sido o nome do jogo no segundo tempo, acabou se machucando também e fez um esforço incrível para se manter em campo porque seu time não tinha mais substituição disponível.

Ele saiu, mas voltou logo depois o Schalke conseguiu o terceiro a cinco minutos do fim do tempo regulamentar: Caligiuri invadiu a área e acertou um belo chute de esquerda. O time visitante passou os últimos minutos forçando um empate antológico que finalmente veio, enquanto a torcida do Borussia assistia incrédula à reviravolta no jogo.

Nos acréscimos, Naldo foi à grande área e completou de cabeça um escanteio, transformando o que pareci um sonho distante no final do primeiro tempo em realidade a alguns minutos do fim. O Schalke ainda esteve perto de conseguir a virada, mas o empate foi comemorado como se fosse um título. Para completar os mais de cem minutos épicos de futebol, ainda houve uma confusão generalizada após a partida, com jogadores e arbitragem se estranhando.

Parecia final de Copa, mas era apenas a 13ª rodada do Alemão.

UOL Cursos Online

Todos os cursos