UOL Esporte Campeonato Argentino
 
03/09/2009 - 22h28

Prejudicado pelos desfalques, Boca empata com Newell's e desperdiça liderança

O Boca Juniors entrou em campo com um time praticamente desconhecido sem cinco titulares, convocados pelas seleções de seus países, e pagou o preço pela falta de entrosamento.Nesta quinta-feira, a equipe começou vencendo, mas cedeu o empate e ficou no 1 a 1 com o Newell's Old Boys, em La Bombonera, pelo Torneio Apertura.

Assim, o Boca perdeu a chance de alcançar a liderança ocupada agora pelo próprio adversário que, invicto, foi a sete pontos, mesma pontuação do Estudiantes. O time de Buenos Aires tem cinco pontos e ocupa a sétima posição na tabela de classificação.

O técnico Alfo Basile teve problemas para escalar o time em função dos desfalques em todos os setores. Na defesa, não contou com dois dos quatro integrantes: Cáceres e Morel defendem a seleção do Paraguai. No meio de campo, os volantes também estiveram ausentes. Medel está com o Chile. Já Battaglia, assim como o atacante Palermo, foi convocado por Maradona para a partida entre Argentina e Brasil, no sábado, pelas eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo.

Nem a estreia do ídolo Riquelme no torneio foi suficiente para o time chegar à vitória. O camisa dez não disputou a primeira partida contra o Argentinos Juniors por cumprir suspensão e na última, diante do Lanús, sentiu uma lesão.

Durante a partida, o Boca Juniors enfrentou dificuldades pelas ausências e a falta de entrosamento e abriu o marcador com um gol polêmico. Marino colocou a mão na bola dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Viatri colocou em vantagem a equipe de Alfo Basile aos 12 minutos do segundo tempo. Quando o jogo parecia resolvido. Vangioni estragou a festa dos donos da casa e empatou aos 21 minutos da etapa final.

Na primeira partida do dia, Huracán e Atlético Tucumán tentavam a primeira vitória no torneio Apertura. Melhor para o Atlético que venceu por 2 a 0, fora de casa, subiu cinco posições na tabela e chegou à 13ª posição.

O primeiro tempo mostrou a deficiência das equipes para chegar ao gol, apesar de os visitantes terem mais chances. Já no segundo, eles ampliaram o domínio do jogo, mas esbarraram na boa atuação do goleiro Gastón Monzón. Até que Juan Pablo Pereyra abriu o marcador aos 15 minutos do segundo tempo e Pablo Calandria ampliou aos 36 minutos.

Quem não pode reclamar da rodada é o Independiente. A equipe venceu o Godoy Cruz por 2 a 0, subiu seis posições no campeonato e assumiu a terceira colocação com seis pontos. Já o adversário permanece na zona intermediária da tabela com quatro pontos.

O Independiente fez o seu primeiro gol com Gandim, de pênalti. Ele bateu certeiro no canto direito do goleiro, aos 20 minutos do segundo tempo. Aos 41 minutos, a equipe decretou a vitória com um gol suado. O zagueiro do Godoy Cruz tirou a bola em cima da linha duas vezes. No rebote, Piatti mandou para o fundo das redes.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host