UOL Esporte Campeonato Argentino
 
20/09/2009 - 23h15

Boca perde e técnico se demite; River cai e também é pressionado

A má fase que ronda as duas principais equipes do futebol argentino parece que não tem data para chegar ao fim. Neste domingo, no complemento da 5ª rodada do campeonato local, o Boca Juniors, jogando em casa, no estádio La Bombonera, perdeu por 3 a 2 para o Godoy Cruz. Já o River Plate visitou o Arsenal que venceu por 1 a 0, com um gol de pênalti anotado logo no início do jogo.

Diante da pressão pelo resultado, o técnico do Boca Juniors, Alfio Basile, deixou o estádio La Bombonera sem conceder entrevistas e, após uma reunião com o manager Carlos Bianchi, renunciou ao cargo. O dirigente e o astro Riquelme ainda tentam convencê-lo a mudar de ideia.

Se a situação do Boca é ruim, a do River também não é das melhores. Após a derrota deste domingo, os torcedores pediram a saída do técnico e uma reunião nesta segunda-feira deve definir o futuro da equipe.

Com os resultados deste domingo, o Boca permanece com cinco pontos conquistados e ocupa a 13ª colocação. Já o River Plate, continua com quatro tentos, na 15ª posição. Com a vitória, o Godoy Cruz subiu para o 8º lugar, com oito pontos e o Arsenal é o 11º na tabela de classificação com sete pontos.

A partida entre River Plate e Arsenal foi muito ruim tecnicamente, e um dos poucos lances de emoção da partida, talvez o único, foi o gol de pênalti marcado por Cristian Alvarez, aos 7min da primeira etapa, que deu a vitória ao time da casa. Depois do jogo, os torcedores do River pediram a saída do técnico Gorosito e protestaram contra a apatia dos jogadores e dirigentes, que nada estão fazendo para tirar a equipe desta situação.

O Boca Juniors também mostrou a mesma apatia do seu maior rival e, inclusive levou um gol no início do jogo, em uma bola mal recuada, Matias Jara só teve o trabalho de limpar o goleiro e tocar para o gol, aos 6min. Aos 37min o Boca empatou o jogo em um lance muito duvidoso, Bataglia dividiu no alto com o goleiro que caiu dentro do gol e tirou a bola, porém o bandeira entendeu que ela já havia ultrapassado totalmente a linha.

Aos 10min da segunda etapa, o Boca virou a partida, Insúa chutou forte de fora da área, o goleiro fez boa defesa, mas no rebote, Medel deu um peixinho e marcou o gol. 13min depois o Godoy Cruz empatou novamente o jogo em cobrança de pênalti de Federico Higuaín.

Aos 45min, quando o Boca pressionava no campo de ataque tentando ganhar o jogo, um contra golpe do Godoy Cruz iniciado em sua própria grande área deu números finais à partida. Quatro jogadores do time visitante saíram em disparada, marcados apenas por dois defensores do time da casa, após cruzamento rasteiro, Chavez só teve trabalho de empurrar para o gol vazio e fazer 3 a 2 no marcador.

Por conta desta derrota, o técnico do Boca Junior, Alfio Basile, pediu demissão ao manager do clube, o ex-técnico da equipe Carlos Bianchi. Neste momento, os dois e o meia Riquelme, estão reunidos no hotel que serviu de concentração para o Boca, para tentar reverter a decisão de Basile.

Ainda neste domingo, mais dois jogos completaram a 5ª rodada do Campeonato Argentino. Jogando em casa o San Lorenzo empatou sem gols com o Racing. Já o Newell's Old Boys venceu, fora de casa o Lanús, por 2 a 0, com gols de Jorge Achucarro e Antonio Boghossian.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host