UOL Esporte Campeonato Argentino
 
27/02/2010 - 19h12

Independiente vence Racing no clássico argentino; Vélez perde a primeira

Do UOL Esporte
Em São Paulo

No clássico de Avellaneda, o Independiente venceu neste sábado o arqui-rival Racing por 1 a 0 e chegou à terceira colocação do Torneio Clausura do Argentino na sexta rodada da competição. O maior campeão da Copa Libertadores soma 11 pontos, um a menos do que o novo líder, Cólon, que empatou neste sábado com o Rosario Central em 1 a 1 e chegou à ponta. Agora segundo colocado, o ex-líder Vélez perdeu a invencibilidade na competição ao ser derrotado fora de casa pelo Huracán por 3 a 2 também neste sábado.

Segundo mais popular clássico da Argentina, Independiente e Racing fizeram neste sábado um jogo cheio de emoções. Oitavo colocado no Clausura, o Independiente jogava como mandante, com o apoio da torcida, perante um Racing que vinha de três derrotas e apenas duas vitórias na competição.

Com mais de cem anos de rivalidade – o primeiro confronto entre as duas equipes aconteceu em 1907 –, Independiente e Racing fizeram jogo mais do que aberto nos cinco primeiros minutos de bola rolando, com duas boas chances criadas para cada lado. Quando finalmente as duas equipes finalmente diminuíram o ritmo forte do início da partida, o Independiente foi superior.

Aos 13, Lucas Mareque teve boa chance, aproveitando falha da defesa do Racing para entrar livre na área. Desacostumado a ficar cara a cara com o gol, o zagueiro bateu forte, sem mira. O centroavante do Independiente também não fez melhor. Nas duas boas oportunidades criadas aos 18min e aos 23min, ambas da marca do pênalti, Néstor Silvera mandou para fora. A primeira de cabeça e a segunda tentando um voleio.

Seguindo melhor, o Independiente, que tinha o mando do jogo, chegou ao gol aos 41min. Brian Lluy tentou desarmar Gabriel Vallés na grande área e meteu a mão na bola. Na cobrança, Dário Gandín teve tranqüilidade para esperar Jorge de Oliveira escolher o canto e tocar no meio do gol para abrir o placar.

Na volta do segundo tempo, o Racing finalmente conseguiu equilibrar a partida e quase chegou ao empate aos 9min, com Gabriel Hauche, que perdeu cara a cara com Adrián Gabbarini. Logo depois, foi o Racing que perdeu Gabriel Hauche, expulso aos 14min. Com um jogador a mais, os visitantes até mantiveram-se no ataque, mas não conseguiram empatar, em final de jogo eletrizante.

Em Huracán, o Vélez saiu na frente do time da casa após tentar três vezes seguidas. Primeiro, colocou a bola no travessão. No rebote, Rolando Zárate cabeceou e a zaga do Huracán tirou em cima da linha. Nova tentativa e o mesmo Zárate finalmente mandou para o fundo das redes. O empate dos anfitriões veio aos 5min da segunda etapa, em pênalti sofrido por Franzoia e convertido por Balvorín. O último gol do Huracán no Clausura havia sido na segunda rodada.

Com 15min, o então líder do Argentino perdeu o meia Leandro Velázquez, expulso. Com um jogador a mais, o Huracán partiu para a pressão e conseguiu a virada aos 33min, com Patricio Toranzo. Logo em seguida, Federico Laurito ampliou para a equipe da casa. O Vélez ainda descontou a três minutos do fim do jogo, com Santiago Silva.

Novo líder, o Cólon apenas empatou em casa em 1 a 1 com o Rosario Central, Germán Rivarola abriu o placar aos 37min do primeiro tempo e Luciano Figueroa marcou para os visitantes. O Cólon soma 12 pontos, um a mais que Vélez e Independiente



 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host