UOL Esporte Campeonato Argentino
 
16/08/2010 - 21h13

Independiente e Argentinos Jrs empatam em jogo emocionante pelo Apertura-2010

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Um jogo emocionante no primeiro tempo e morno nos 45 minutos finais fechou a segunda rodada do Apertura 2010, em Avellaneda, Buenos Aires, na noite desta segunda-feira. No estádio Libertadores de América, Independiente e Argentinos Juniors empataram em 1 a 1. Os gols foram marcados por Prósperi e Mancuello aos 15 e 16 do primeiro tempo.

A primeira etapa foi eletrizante. As duas equipes procuraram o gol e poderiam ter feito bem mais do que apenas um para cada lado. Quem começou melhor foi o time visitante. Logo aos 5, Gentinelli cabeceou uma cobrança de escanteio com muito perigo e Gabbarini fez ótima defesa. Aos 12, Ortigoza chutou forte de fora da área, mas a bola subiu demais.

O Argentinos Juniors continuou pressionando e o gol saiu aos 15. Prósperi aproveitou rebote na entrada da área e chutou no ângulo, sem chances para o goleiro. Mas a festa não durou muito. Um minuto depois, Garcián deu ótimo lançamento para Mancuello que matou a bola no peito e chutou de primeira, marcando um golaço.

Os times continuavam se atacando e aos 20 minutos deu-se um rally espetacular. O goleiro do Argentinos, Navarro, fez uma dificílima defesa em cabeçada de Battion. Logo em seguida, seu time respondeu com Sabia, que também de cabeça, fez a bola passar raspando na trave direita. Na resposta, no minuto seguinte, Gracián chutou de longe para boa defesa de Navarro.

Depois dessa sequência, o ritmo diminuiu um pouco, só voltando a esquentar aos 32, quando o meia do Argentinos, Mercier, chutou da intermediária para uma linda defesa de Gabbarini. No rebote, dentro da pequena área, o goleiro salvou de novo nos pés de Blandi. O time da casa respondeu imediatamente com Mancuello, que emendou um passe de primeira de Pacheco para defesa de Navarro.

O segundo tempo começou na mesma toada. Logo aos dois minutos, Gracián desceu pela esquerda e cruzou para Mancuello que se esticou, mas não conseguiu chegar na bola. Três minutos depois, o mesmo Mancuello, após grande jogada de Sabia, chutou prensado e a bola saiu à direita do gol de Navarro.

O Independiente conseguiu tomar o controle da partida nesta etapa. Dominou o meio campo e não deixou o Argentinos jogar. Tanto que a primeira oportunidade dos visitantes só ocorreu aos 16 minutos, em cabeçada despretensiosa de Vargas.

Aos 29, outra grande chance para os donos da casa. Pacheco chutou livre, mas Navarro segurou com firmeza, não dando rebote. Dois minutos depois, Ortigoza foi expulso por entrada violenta em Fredes, deixando mais espaço para o Independiente que já era mais presente em campo.

Faltando cinco minutos para o final, a melhor chance da vitória para o time de Avellaneda. Godoy chutou de muito longe e Navarro soltou a bola na área. Na sobra, Silvera, livre e com tempo para dominar e escolher o canto, preferiu chutar de primeira e pegou mal na bola, praticamente devolvendo-a para o goleiro. 

A chance derradeira se deu aos 47. Silvera cabeceou livre na área para mais uma ótima defesa de Navarro, que acabou sendo o responsável por seu time não sair derrotado de campo. Logo em seguida, o árbitro Gabriel Favale encerrou a partida. 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host