UOL Esporte Campeonato Baiano
 
09/04/2010 - 13h42

Vitória e classificação não poupam Bahia da ira de Renato Gaúcho, que agora critica a diretoria

Do UOL Esporte
Em São Paulo

As últimas semanas do Bahia na competição estadual têm seguido certa rotina. A equipe marca gols, vence o adversário e Renato Gaúcho reclama. Foi assim nas entrevistas coletivas após as últimas três partidas, mas na última quarta-feira, sobrou até para a diretoria do clube.

Ela já havia dito que gostaria de ter trocado todos os jogadores na vitória sobre o Camaçari, no fim de março. Contra o Fluminense de Feira, o treinador queixou-se novamente. Na última quarta-feira, em uma partida de pouca importância contra o Feirense, sobrou até para a diretoria, acusada de não reclamar da arbitragem.

“Todo jogo é isso. Tenho que fazer um papel que não é meu: o de reclamar da arbitragem. Isso é função do diretor, mas cadê o diretor?”, disparou Renato Gaúcho ao jornal Correio, da Bahia, sem esconder a irritação, apesar da série de 13 partidas invicto na competição.

Como de costume, os jogadores também foram alvos da crítica do treinador, que mais uma vez apontou o dedo para a atitude de seus comandados em campo. “Eles continuam desfilando, como se estivessem em um shopping. Assim não dá”.

No próximo domingo, o Bahia faz sua primeira partida da semifinal contra o Bahia de Feira, no interior do estado. O zagueiro Vagner e os laterais Apodi e Ávine, que estavam no departamento médico, treinaram normalmente. Apenas Rodrigo Grahl segue em tratamento e ainda é dúvida para a partida.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host