Jorginho pede demissão do Bahia após goleada histórica no Ba-Vi

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/Bahia

    Jorginho pediu demissão do Bahia ainda nos vestiários da Arena Fonte Nova

    Jorginho pediu demissão do Bahia ainda nos vestiários da Arena Fonte Nova

Jorginho não é mais técnico do Bahia. O próprio treinador anunciou a sua saída logo após a goleada de 5 a 1 para o Vitória, em duelo que marcou a inauguração da Arena Fonte Nova, na tarde deste domingo.

"Conversei com o Paulo [Angioni, gestor de futebol], e disse que não estava mais conseguindo tirar o melhor do grupo. Em determinados momentos, quando ficamos muito tempo no clube, não conseguimos tirar mais dos atletas. Foi um acordo nosso, com coisas boas e contras", disse o técnico, que não deixou de conversar com a imprensa após o duelo.

Jorginho chegou ao Bahia em agosto de 2012 para substituir Caio Júnior, atual técnico do Vitória. Ele deixa o comando com a equipe tricolor na liderança do seu grupo nesta segunda fase do Campeonato Baiano, com cinco pontos em quatro jogos.

No cargo desde a primeira rodada do returno do Brasileiro do ano passado, Jorginho comandou o Bahia em 29 partidas e conquistou 11 vitórias, dez empates e oito derrotas.

O nome mais cotado para substituir Jorginho é o de Dorival Júnior, ex-técnico do Flamengo. Além de Jorginho, o auxiliar Ânderson Lima também não faz mais do grupo da comissão técnica.

Com o assistente Eduardo Barroca. o Bahia volta a campo na próxima quinta-feira para enfrentar o Maranhão, na cidade de São Luis (MA), pela Copa do Brasil.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos