Amistoso nos EUA faz Bahia ter dois jogos no mesmo dia. Clube cutuca CBF

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/Bahia

    Técnico Doriva não se mostrou muito a favor da 'novidade'

    Técnico Doriva não se mostrou muito a favor da 'novidade'

Dia 9 de março de 2016. A data, uma quarta-feira, não será nada fácil para o torcedor mais fanático do Bahia, que terá de acompanhar o seu time em duas competições diferentes, no mesmo horário, às 21h45 (de Brasília). E curiosamente, isso acontecerá por conta de uma solicitação do próprio clube.

Inicialmente, na tabela do Campeonato Baiano, o Bahia enfrentaria, no dia 27 de fevereiro, a equipe do Galícia, na Fonte Nova. Porém, o acordo para um amistoso nos Estados Unidos, contra o Orlando City, no mesmo dia, fez o clube enviar um ofício à Federação Bahiana de Futebol (FBF) solicitando a mudança do jogo contra o Galícia para 9 de março, única data disponível pela entidade para remarcar o confronto.

Acontece que, no dia 9 de março, o Bahia já tem marcado um jogo pela Copa do Nordeste, contra o Juazeirense, no estádio Adauto Morais, também às 21h45. Desta forma, o clube tricolor passa a ter duas partidas oficiais, pelo Estadual e Copa Nordeste, no mesmo dia e horário.

A própria FBF ressalta em nota divulgada em seu site oficial que, no ofício, o Bahia "garantiu reunir condições de disputar dois jogos de competições diferentes na mesma data".

Ainda segundo nota da FBF, o Bahia alega que "possui mais de 40 atletas com idade superior a 18 anos e os mesmos têm contrato como atletas profissionais, podendo atuar em curto espaço de tempo para conciliar as adequações necessárias da tabela".

O técnico Doriva, porém, não se mostrou muito satisfeito ao saber da 'novidade'. "Não estou sabendo disso. Agora fui pego de surpresa. Acho que a diretoria deve tomar uma providência para que isso não aconteça. Não sei, acho difícil jogar duas partidas no mesmo dia", disse em entrevista coletiva concedida na manhã desta terça-feira.

CBF recusa pedido do Bahia, que cutuca entidade

Nesta terça-feira, o Bahia divulgou um comunicado informando que solicitou à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a mudança de data do jogo contra o Juazeirense, pela Copa do Nordeste, do dia 9 para o 16. A CBF, porém, não atendeu ao pedido tricolor, alegando que "após conversas com as emissoras detentoras dos direitos de transmissão das competições envolvidas, que citaram situações de conflito contratual, além de abrir um precedente indesejável, com eventuais pedidos similares no futuro, ficamos impossibilitados de efetuar alteração de data".

No final do comunicado, o Bahia cita a criação da Primeira Liga e aproveita para cutucar a entidade máxima do futebol brasileiro: "A CBF cita "precedente indesejável", porém já aceitou, no final de janeiro, a realização da Copa Sul-Minas-Rio (Primeira Liga), uma competição com 12 equipes, segundo a CBF, amistosa e fora do calendário de competições, o que iria de encontro ao artigo 23 do Regulamento Geral de Competições".

Leia a nota divulgada pelo Bahia:

O Esporte Clube Bahia agradece à Federação Bahiana de Futebol (FBF) por entender a importância ao clube e ao futebol local da realização do amistoso contra o Orlando City SC, na Flórida, EUA, no dia 27 de fevereiro. Devido a este compromisso internacional, a FBF remarcou a data da partida contra o Galícia, válida pela 4ª rodada do Campeonato Baiano, para o dia 9 de março. O Galícia aceitou a mudança.

No mesmo 9 de março, o Bahia tem marcada uma partida contra a Juazeirense, válida pela 5ª rodada da Copa do Nordeste. Em função disso, o Clube solicitou à CBF que remarcasse o encontro para o dia 16 de março – não há qualquer partida marcada nesta data, que é uma das cinco datas reservadas pela CBF para jogos pela 1ª fase da Copa do Brasil, disputada em duas datas (ida e volta), com o visitante eliminando a segunda partida em caso de triunfo por dois gols de diferença.

A CBF, no entanto, argumenta que: "após conversas com as emissoras detentoras dos direitos de transmissão das competições envolvidas, que citaram situações de conflito contratual, além de abrir um precedente indesejável, com eventuais pedidos similares no futuro, ficamos impossibilitados de efetuar alteração de data."

Ocorre, porém, que o Bahia tem formalizado, através de e-mail, autorização do Esporte Interativo, detentor original dos direitos da Copa do Nordeste, para a remarcação da partida. A emissora também concedeu autorização à TV Bahia/Globo para exibir o jogo no dia 16 de março, através de comunicação à Globo e à CBF.

O Bahia ainda concedeu autorização à TV Bahia/Globo para que, no dia 9 de março, exibisse para todo o Estado a partida contra o Galícia, na Fonte Nova, vazando inclusive para a própria praça (por liberalidade, afinal não consta em contrato). O Clube, assim, garante respeitar todos os diretos de transmissão das duas emissoras de TV. Ano passado, inclusive, durante as semifinais do Campeonato Baiano, também por liberalidade e formalizado em documentos a partir de pedido da própria TV Bahia/Globo, o Bahia autorizou a emissora a exibir para todo o Estado (Salvador incluído) a partida válida pela semifinal contra a Juazeirense. Atitude em respeito à parceira entre as instituições.

A CBF cita "precedente indesejável", porém já aceitou, no final de janeiro, a realização da Copa Sul-Minas-Rio (Primeira Liga), uma competição com 12 equipes, segundo a CBF, amistosa e fora do calendário de competições, o que iria de encontro ao artigo 23 do Regulamento Geral de Competições.

O Bahia confia que a CBF deseja o melhor para o futebol brasileiro – e não apenas para determinada região – e acredita que, assim como a FBF, a entidade agirá com bom senso.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos