Vitória leva gol de pênalti no fim, perde em Guanambi e desperdiça vantagem

Do UOL, em São Paulo

O jogo entre Vitória e Flamengo de Guanambi na tarde deste sábado, no estádio 2 de Julho, vinha caminhando para um empate sem gols até os 34min do segundo tempo. Foi quando José Welison levantou o braço dentro da área, tocou a bola com a mão e, de pênalti, Josy garantiu a vitória de 1 a 0 aos donos da casa, no duelo de ida das quartas de final do Campeonato Baiano.

Desta forma, o Flamengo de Guanambi reverte a vantagem que era do Vitória (de jogar por dois resultados iguais para avançar) e joga por um empate no Barradão, no próximo dia 26, para garantir a classificação para as semifinais do Estadual.

Fases do jogo: Apesar do forte calor (cerca de 31º), Vitória e Flamengo fizeram um primeiro tempo bastante movimentado no estádio 2 de Julho. O gol não saiu por detalhes, já que ambas as equipes criaram chances. A melhor delas foi do time visitante, após falha da saída de bola do Flamengo. Robert aproveitou e serviu Marinho, que ficou cara a cara com Léo. O chute cruzado e rasteiro do atacante passou bem perto, mas acabou indo para fora. Já o time de Panambi assustou mais arriscando de fora da área. Mas encontrou pela frente um Caíque bastante inspirada. Na melhor das oportunidades, o goleiro do Vitória fez defesa de cinema, de mão trocada, em chute perigoso de Josy em cobrança de falta.

A produção das equipes não seguiu a mesma na etapa final. Muita correria, mas pouca criatividade. A não ser por uma boa chance de Arthur Maia aos 23min, criada após bela troca de passes entre Tiago Real e Leandro Domingues. O jogo parecia caminhar para o empate, mas um lance aos 34min mudou a história da partida. Após cruzamento da direita, José Welison levantou o braço dentro da área, tocou na bola e o árbitro marcou pênalti, bastante contestado pelo Vitória. Na cobrança, Josy deslocou Caíque e estufou as redes, deixando o estádio 2 de Julho em festa. 1 a 0. Desorganizado, o time de Vágner Mancini buscou o empate, mas não conseguiu evitar o revés. Nos acréscimos, ainda quase sofreu o segundo após falha grotesca de Vinícius. Caíque, cara a cara com Jô, salvou o Vitória mais uma vez.

O melhor: Josy. Além de ter convertido com categoria o pênalti que garantiu a vitória, vinha sendo um dos jogadores mais perigosos do Flamengo. Foi dele, inclusive, a melhor chance do primeiro tempo, em cobrança de falta defendida com maestria pelo goleiro Caíque.

O pior: José Welison. Não vinha mal na partida, mas cometeu erro infantil ao levantar demais o braço dentro da área e cometer o pênalti que decidiu o jogo.

Para lembrar:

Reforços à vista. Na partida de volta, no Barradão, o Vitória deve contar com as estreias do zagueiro Victor Ramos e do atacante Kieza, apresentados na última sexta-feira à torcida. Já Dagoberto ainda deve precisar de mais tempo para entrar em campo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos