Bahia e Vitória se reencontram ainda com pendências do Ba-Vi nos tribunais

Marcello De Vico

Do UOL, em Santos (SP)

  • Felipe Oliveira / EC Bahia

    Clássico do dia 18 de fevereiro ficou marcado por muita confusão

    Clássico do dia 18 de fevereiro ficou marcado por muita confusão

Mais de um mês se passou desde o Ba-Vi do dia 18 de fevereiro, válido pela primeira fase do Campeonato Baiano. O campeonato seguiu, Bahia e Vitória avançaram às finais – que começam a ser disputadas no próximo fim de semana – e o polêmico clássico ainda não foi encerrado fora de campo. Após decisão em última instância no Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol da Bahia (TJD-BA), o caso foi parar no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Na última sexta-feira (23), o STJD deferiu parcialmente o pedido de efeito suspensivo requerido pelos clubes, sendo concedida apenas a suspensão das multas em dinheiro aplicadas ao zagueiro Kanu (R$ 75 mil), por agressão, e ao próprio Vitória (R$ 100 mil), por ter forçado o fim do jogo propositalmente. O julgamento final do caso, porém, ainda não aconteceu e, por enquanto, não tem uma data definida - certo é que ainda não será realizado nesta semana.

Desta forma, Bahia e Vitória disputarão pelo menos a primeira final do Campeonato Baiano – marcada para este domingo (1), na Fonte Nova – sem o julgamento em todas as instâncias do clássico anterior – sendo que a partida foi disputada há mais de um mês. Segundo apurou o UOL Esporte, ainda existe a possibilidade de o julgamento do STJD acontecer na semana que vem.

Na última sexta-feira (23), o relator do processo determinou ainda que o presidente da Federação BaHiana de Futebol (FBF), Ednaldo Rodrigues, 'seja oficiado no sentido de não homologar o resultado final do campeonato antes da decisão do Pleno do STJD'.

As duas finais entre Bahia e Vitória já estão com data, hora e local definidos. O primeiro confronto acontece no domingo (1), na Fonte Nova, às 16h. Já o duelo que determinará o campeão baiano de 2018 será realizado no dia 8 de abril, no Barradão, às 16h. Vale lembrar que o time rubro-negro, dono da melhor campanha, joga por dois empates para ser campeão.

Desfalques

Com o pedido de efeito suspensivo não atendido pelo STJD, os dois times seguem com os desfalques dos jogadores punidos no Ba-Vi passado para a primeira decisão. Edson e Rodrigo Becão, do Bahia, e Denílson, Rhayner, Yago e Kanu, além do técnico Vágner Mancini, do Vitória, não poderão estar em campo na Fonte Nova. Caso o julgamento do STJD aconteça na próxima semana, eles podem retornar para a segunda decisão dependendo do resultado nos tribunais. Além deles, Nino Paraíba, expulso no último domingo (25), também é desfalque.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos