Pivô de polêmica na 1ª fase marca e põe Bahia em vantagem contra Vitória

Do UOL, em São Paulo

  • Mauricia da Matta/Vitória

    Bahia abriu o placar no primeiro tempo e aumentou no segundo; Vitória só descontou

    Bahia abriu o placar no primeiro tempo e aumentou no segundo; Vitória só descontou

Bahia e Vitória se enfrentaram pela primeira vez desde 18 de fevereiro, quando o clássico da primeira fase do Campeonato Baiano terminou com nove expulsões e recheado de polêmicas que ainda aguardam resolução no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Neste domingo, no primeiro jogo das finais do Estadual, o Bahia é que saiu vencedor por 2 a 1, com gols marcados por Edigar  Junio  e Vinicius, que foi o pivô da polêmica do jogo anterior, enquanto Luan descontou para o Vitória.

Desta vez sem grandes momentos de tensão (uma das poucas polêmicas foi uma saída de Douglas do gol para abafar lance de Neilton que o árbitro interpretou como uso do braço fora da área e deu cartão amarelo), o Ba-Vi colocou o time de Guto Ferreira em vantagem na decisão do torneio, que conhecerá seu campeão de fato no próximo domingo, às 16h, no Barradão. Nem a dancinha de Vinicius rendeu briga desta vez, já que a partida foi disputada com torcida única - e do Bahia, que compareceu em mais de 39 mil pessoas.

Na Fonte Nova, o Vitória teve boa chance de sair na frente do placar aos 23 minutos do primeiro tempo, quando Neilton roubou a bola de Tiago e entrou na área ao lado de Jonatas Belusso contra dois marcadores do Bahia. O camisa 10 tocou para o centroavante, que perdeu o passo e foi desarmado. No minuto seguinte, o castigo: em contra-ataque rápido, Zé Rafael serviu Vinicius, que enfiou a bola para Edigar  Junio mandar no cantinho após a saída do goleiro.

Na etapa complementar, Vinicius foi derrubado na área por Fernando Miguel e converteu a cobrança de pênalti para fazer 2 a 0 e completar com sua tradicional (e polêmica) dancinha. A festa não durou muito. Cinco minutos depois, aos 13, Neilton fez tabela em velocidade com Julinho e serviu Luan, que havia entrado no intervalo, livre para marcar o gol de honra do Vitória, que na sequência do jogo acabou tomando pressão com as entradas de Régis e Allione no Bahia. Apesar de tudo, o jogo não teve mais gols.

Por ter feito melhor campanha na fase inicial do Campeonato Baiano, o Vitória tem a vantagem de jogar a segunda partida no Barradão e ainda atuar por um resultado com saldo de gols igual ao jogo de ida. O Bahia agora jogará pelo empate na casa do adversário para encerrar a série de dois títulos do rival. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos