UOL Esporte Futebol
 
08/06/2009 - 19h31

Eliseu fala sobre os motivos que o fizeram deixar o Sport

Do UOL Esporte
No Recife
Às vésperas do jogo contra o Flamengo, a diretoria do Sport foi surpreendida com a notícias de que o volante Eliseu, que seria utilizado pelo técnico Emerson Leão entre os titulares, havia sumido do clube. A informação que havia chegado dava conta de o jogador havia viajado com o empresário José Luís Galante para alguma cidade, onde estaria na espera de fechar a transferência para outro clube.

Nesta segunda-feira, o volante finalmente resolveu dar a sua versão. Em entrevista à Rádio Jornal, ele confirmou que a sua intenção é de não mais defender o Sport e que se empresário está em negociação com um clube, para que ele defenda outra equipe.

"Estou em São Paulo. Minha família sabe que eu viajei. Eles não me apoiaram, mas eu tenho 20 anos e sei o que eu quero da minha vida. No Sport eu não quero ficar. Faz um ano e dois meses que eu estou lá e meu FGTS não é depositado, tive atraso de dois meses de salário. Às vezes eu não tinha dinheiro para ir treinar, tinha que ir de bicicleta", revelou o jogador.

Nem mesmo o fato de ter saído do clube no momento que ia ter a primeira chance como titular, cerca de duas semanas após ter subido para os profissionais, parece ter feito Eliseu 'balançar'.

"Eu só ia jogar contra o Flamengo porque o Daniel Paulista foi operado, o Andrade estava machucado e o Hamilton suspenso. Por que não me valorizaram antes?", questionou.

Eliseu não foi o único jogador das divisões de base do Sport que 'sumiram' do clube. André e Miller, outros dois atletas empresariados por José Luís Galante, também estão em São Paulo. O atacante Miller subiu para os profissionais no mesmo dia que Eliseu.

"Não tem um só motivo, são vários motivos. E eles [os diretores] estão cientes disso. Ninguém me obrigou a nada. O Galante é uma boa pessoa e não tenho mais vontade de jogar pelo Sport. Eu fui vice-artilheiro de juniores e subi com o Nelsinho, a quem sou grato. Depois, quando ele saiu, iam me dispensar. Tenho propostas de outros clubes", revelou Miller.

O empresário dos três jogadores rebateu as críticas dos diretores do Sport, de que teria aliciado os três jogadores e garantiu que só entrou no processo depois que os jogadores entraram com uma ação contra o clube.

"Quem buscou a ação não fui eu, foi o atleta. Depois da ação, eu apoiei o atleta, diferente dos familiares. Ele estava com dois meses de salário atrasado e estava com vários meses de FGTS atrasado. Não estou roubando o atleta de ninguém. Tenho um nome a zelar", garantiu José Luís Galante.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host