UOL Esporte Futebol
 
17/06/2009 - 19h38

No Botafogo, volante Batista vira o Batgol

Luciano Paiva
No Rio de Janeiro
O jeito extrovertido em campo com os companheiros dá lugar à timidez fora dele. Assim é o volante Batista, efetuado como titular no meio-de-campo do Botafogo após fazer um dos dois gols da equipe contra o Santos, na rodada passada. Considerado pelos demais jogadores como um dos mais animados do grupo, o jogador não consegue esconder um certo embaraço ao ter de comentar o apelido que recebeu: Batgol.

Arquivo/UOL Esporte
Arquivo/UOL Esporte
O volante Batista, ou Batgol para o grupo do Alvinegro, diz que não é de fazer gols
LEIA MAIS NOTÍCIAS DO BOTAFOGO
PÁGINA DO BRASILEIRO DA SÉRIE A
A alcunha, que na verdade nem é algo novo no mundo do futebol, pois o atacante argetino Gabriel Batista era assim reconhecido por causa de seus gols, caiu nas costas de Batista no início desta temporada. E não tem jeito, após o treinamento desta quarta-feira, no Engenhão, foi só Batista se posicionar para a entrevista coletiva que os companheiros não perdoaram: "Valeu, Batgol. Está com moral".

"Foi só uma brincadeira que o pessoal fez comigo no início do ano. Agora, justamente depois desse gol marcado diante do Santos, o apelido chamou mais a atenção. Mas não é alguma coisa que tenha a ver comigo, até porque nem me preocupo muito em fazer gols. A minha tarefa é ajudar mesmo na marcação", explicou Batista, que parece não querer levar a responsabilidade de ser tornar goleador.

De acordo com alguns jogadores alvinegros, o apelido pegou por causa dos chutes fortes de Batista e de alguns gols em treinamentos. Com a camisa alvinegra, o volante marcou duas vezes em situações importantes neste ano: em um clássico com o Flamengo, pelo Estadual do Rio, e na primeira vitória no Brasileirão, contra o Santos.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host