UOL Esporte Futebol
 
20/06/2009 - 10h07

Na despedida de Muricy, São Paulo anuncia Ricardo Gomes como substituto

Carlos Padeiro
Em São Paulo
A manhã no São Paulo foi reservada para a despedida de Muricy Ramalho, demitido após comandar a equipe tricolor durante três anos e meio. E a diretoria aproveitou a ocasião para anunciar a contratação de Ricardo Gomes para técnico.

Arquivo/FI
Ricardo Gomes durante sua passagem pela seleção brasileira olímpica, em 2003
MURICY DIZ QUE FALTOU PARCERIA
VEJA FOTOS DA DESPEDIDA
MURICY DIZ QUE CUCA SE OFERECEU
PÁGINA DO SÃO PAULO
O contrato terá validade de um ano, até o final do primeiro semestre de 2010, e será assinado na segunda-feira. "O Ricardo foi um atleta premiado de seleção, técnico do Paris Saint-German, Bordeaux e Monaco. Ele era pretendido pelo Benfica, e tem a postura que buscamos", decretou o presidente Juvenal Juvêncio.

O cartola revelou que a saída de Muricy não foi uma decisão tomada de última hora, por causa da eliminação na Copa Libertadores na última quinta-feira. "Essa coisa surgiu porque perdemos do Cruzeiro? Não. Surge dentro do processo. Verificamos ao longo do primeiro semestre que as coisas não se encaixaram bem", explicou.

O treinador tricampeão brasileiro compareceu ao CT da Barra Funda na manhã deste sábado para se despedir dos jogadores e dos demais funcionários do clube.

"Falei muito nos últimos três anos, e hoje vai ser uma coisa rápida. Quero agradecer a diretoria por ter me dado a oportunidade de voltar e ganhar, entrando para a história do clube. Esses três Brasileiros para mim são muito importantes", destacou o ex-técnico são-paulino.

Essa foi a segunda passagem de Muricy à frente do time paulista. No total, foram 360 partidas, com 194 vitórias, 100 empates e 66 derrotas - um aproveitamento de aproximadamente 63% dos pontos.

O novo comandante
Ex-zagueiro do Fluminense e da seleção brasileira, Ricardo Gomes tem 44 anos e na última temporada europeia comandou o Monaco, da França. Ele não trabalhava no futebol brasileiro desde 2004, quando teve curta passagem pelo Flamengo.

"É um treinador com experiência de futebol internacional. Entramos em contato com ele ontem [sexta-feira]. Ele não imaginava, e deixamos tudo acertado. Falta só formalizar", informou o diretor de futebol, João Paulo de Jesus Lopes.

Gomes dirigiu o Bordeaux de 2005 a 2007. Em seguida transferiu-se para o Monaco, pelo qual terminou o último Campeonato Francês na 11ª colocação.

Seu melhor momento na carreira aconteceu em 2002, quando levou o Juventude ao sétimo lugar no Campeonato Brasileiro. A boa campanha o credenciou a assumir a seleção brasileira olímpica. Porém, ele não suportou o fracasso na seletiva para os Jogos de 2004, em Atenas, e acabou demitido do cargo.

O novo treinador encontrará um time abalado pela eliminação na Copa Libertadores da América e dividido pelas frequentes demonstrações públicas de insatisfação.

Jogadores como Borges, Washington e André Lima reclamaram da reserva ou de substituições, o que obrigou o capitão André Dias e o lateral-direito Zé Luís virem a público pedir o fim das intrigas.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host