UOL Esporte Futebol
 
28/07/2009 - 17h29

Aos 33 anos, argentino Sorín, do Cruzeiro, anuncia aposentadoria

Gustavo Andrade
Em Belo Horizonte
O lateral-esquerdo Sorín, de 33 anos, reuniu a imprensa nesta terça-feira, na Toca da Raposa II, e anunciou o encerramento da carreira como jogador de futebol. Com contrato em vigor com o Cruzeiro, pegou os jornalistas de surpresa, já que não estava prevista entrevista com o argentino, e comunicou a aposentadoria.

Washington Alves/Vippcomm
Washington Alves/Vippcomm
Sorín diz que decisão não foi tomada de cabeça-quente, mas vinha sendo pensada
FABRÍCIO ALERTA SOBRE EXPULSÕES
MEIO-CAMPO SE VIRA SEM RAMIRES
LEIA MAIS NOTÍCIAS DO CRUZEIRO
GEOVANNI, BENGALA OU M. RAMOS?
SAIBA TUDO NO MERCADO DA BOLA
"Tentei dar sempre o melhor de mim, minha carreira foi muito rápida e muito bonita. Eu tinha a chance de jogar o clássico (com o Atlético-MG), a final da Libertadores, mas não tive espaço. Agradeço essa torcida maravilhosa, sou cruzeirense, meu coração está aqui", disse Sorín, que continuará morando em Belo Horizonte.

O lateral lamentou o fato de ter atuado pouco em sua volta ao clube. "Joguei seis jogos em sete meses e não estou orgulhoso desses números. Abri mão de tudo para encerrar a minha carreira aqui", afirmou Sorín, dizendo que vinha amadurecendo há mais tempo a decisão de se aposentar.

"A decisão é ciente, não é de cabeça quente. Venho pensando em parar desde a lesão antes do jogo com o Universidade do Chile. Não quero forçar nenhuma situação, sou um homem feliz com todos os meus anos no futebol", disse o lateral, que espera uma despedida diante da torcida.

O anúncio de Sorín coincidiu com a chegada do lateral-esquerdo Gilberto, que se apresentou ao Cruzeiro nesta terça-feira. De acordo com o lateral argentino, a contratação do jogador não influenciou em sua decisão.

Sorín estava relacionado para o jogo contra o Sport, quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), no Mineirão, pela 15ª rodada do Brasileirão. O argentino voltou ao Cruzeiro no ano passado e ficou um longo período em recuperação de cirurgia no joelho direito.

O lateral argentino voltou a atuar somente nesta temporada, mas passou a conviver com seguidas contusões que o impediram de dar sequência na equipe mineira.

Esta foi a terceira passagem de Sorín pelo Cruzeiro. O lateral chegou à Toca da Raposa pela primeira vez em 2000 e ficou até 2002, quando se transferiu para a Lazio, da Itália. Voltou ao clube mineiro em 2004 para uma curta passagem, apenas quatro meses.

Sorín disputou 126 jogos com a camisa do Cruzeiro e marcou 18 gols. O melhor momento do lateral no clube foi na conquista da extinta Copa Sul-Minas, em 2002, quando marcou o gol do título celeste, na vitória sobre o Atlético-PR, por 1 a 0, no Mineirão. Ali começou a idolatria da torcida com o argentino.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host