UOL Esporte Futebol
 
06/08/2009 - 07h05

Corinthians chuta mais sem Ronaldo, mas sofre sem eficiência do camisa 9

Do UOL Esporte
Em São Paulo
O Corinthians lamenta as saídas de Cristian, André Santos e Douglas, mas também sente falta de Ronaldo. Muita falta. No período mais difícil da equipe neste ano, a ausência do camisa 9 tem comprometido o setor ofensivo e contribuído diretamente para a série de quatro partidas sem vitória.

  • Ricardo Nogueira/Folha Imagem

    Sem Ronaldo, Corinthians sofre para fazer gols em fase ruim

Artilheiro do time no Brasileiro e na temporada, o Fenômeno se destaca por sua eficiência no ataque. O autor de 17 gols do Corinthians neste ano diversas vezes cria poucas chances, mas compensa com baixo índice de desperdício. Exatamente o oposto do time após sua saída temporária (ele se recupera de duas cirurgias).

O camisa 9 não atua desde o primeiro tempo da derrota por 3 a 0 para o Palmeiras, dia 26 de julho. Foram três jogos depois do clássico e apenas um gol marcado, no empate por 1 a 1 com o Santo André. A "seca" ocorreu na igualdade com o Avaí (0 x 0) e na derrota para o Náutico (0 x 1).

Segundo o Datafolha, o Corinthians elevou o número de oportunidades criadas nesse período. Se antes a média era de 12 tentativas por partida, nos três jogos após o clássico esse número subiu para 17,3. O problema é que a pontaria piorou, e muito, sem Ronaldo.

"Infelizmente falhamos de novo. Está faltando gol", admitiu Bill, contratado para o ataque e titular pela segunda vez no Corinthians na última quarta-feira, na derrota por 1 a 0 para o Náutico. Em três jogos, o camisa 20 ainda não conseguiu deixar sua marca.

Diante dos pernambucanos, o time de Mano Menezes arriscou 17 chutes a gol. Os cinco atacantes que estiveram em campo acertaram o alvo, juntos, apenas uma vez (Souza quase fez). Dentinho, Jorge Henrique e Bill erraram o alvo. O jovem Marcelinho não chutou nenhuma vez. "Jogamos bem, mas não conseguimos fazer o gol", lamentou Jorge Henrique.

Ronaldo só volta ao time em meados de setembro, provavelmente a tempo de enfrentar o Flamengo no "jogo da paz", dia 15, na Palestina. Até lá, Mano tentará melhorar o cenário. Nesta semana, ele já intensificou os treinos de finalização.

Para enfrentar o Flamengo às 16h deste domingo, pelo Brasileiro, o treinador deve ter três desfalques no ataque. Além de Ronaldo, Jorge Henrique está suspenso e Souza se machucou. Recuperando-se de conjuntivite, Henrique pode voltar caso evolua. Ele era a aposta de Mano quando teve o problema nos olhos.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host