UOL Esporte Futebol
 
31/10/2009 - 20h51

São Paulo se divide entre "ser corintiano" e ficar neutro no clássico

Do UOL Esporte
Em São Paulo
O São Paulo vai dormir na liderança do Campeonato Brasileiro. Para encerrar a 33ª rodada na ponta, terá que torcer por uma vitória do Corinthians no clássico diante do Palmeiras, no domingo. O discurso, porém, foi dividido. O lateral Junior César admitiu que será "corintiano desde criancinha". Outros, como o volante Hernanes, vão na contra-mão e asseguram que não irão assistir ao duelo de Presidente Prudente.

Com a vitória deste sábado por 1 a 0 sobre o Barueri, o time comandado por Ricardo Gomes chegou aos 58 pontos, um à frente do Palmeiras, que reassume a primeira colocação com um simples empate contra o rival de Parque São Jorge. Se isso ocorrer, o elenco palmeirense ocupará a ponta por causa do critério de saldo de gols.

"Serei corintiano desde criancinha", admitiu Junior César, ainda no gramado do Morumbi. "É claro que vamos observar o clássico deste domingo. Não tem como ser diferente. Vamos estar torcendo para o Corinthians. Tomara que eles consigam vencer", admitiu Jorge Wagner.

Mas não é todo mundo que estará ligado na TV para torcer para o Corinthians ou secar o Palmeiras. Ao menos no discurso, o volante Hernanes disse o São Paulo vem de três jogos difíceis (Santos, Internacional e Barueri) e precisará "descansar a cabeça".

"Estou cansado. Quero descansar. Eu, particularmente, não vou nem assistir ao jogo. É difícil dar um palpite num clássico", comentou. Um dos líderes do atual elenco e capitão da equipe, Rogério Ceni também preferiu não mostrar qual será sua atitude neste domingo. Disse, porém, que o Palmeiras tem "capacidade" para superar qualquer obstáculo.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host