UOL Esporte Futebol
 
31/10/2009 - 22h34

Vice do Flamengo dispara contra arbitragem: "Canalha"

Cauê Rademaker
No Rio de Janeiro
Um desavisado que entrasse no vestiário do Flamengo após a vitória por 1 a 0 diante do Santos, neste sábado, poderia achar que o time havia sido derrotado, tamanha a revolta com a arbitragem. Quem resumiu bem o sentimento rubro-negro foi o vice de futebol do clube, Marcos Braz, indignado com os dois pênaltis marcados pelo árbitro Nielson Dias, da federação pernambucana, a favor do time santista.

ADRIANO MARCA, E BRUNO PEGA PÊNALTIS

  • Adriano cabeceia e faz o gol da vitória do Flamengo

  • Bruno defende 2 cobranças de pênaltis de Ganso

"Diversas vezes fomos prejudicados pela arbitragem e nunca vim aqui reclamar. Quem tem de falar depois do jogo são os atletas e o treinador. Mas hoje não dava e tinha de dar uma satisfação para a nação rubro-negra. Foi uma arbitragem canalha. Ele [Nielson Dias] não pode fazer o que fez", esbravejou o dirigente.

Os dois pênaltis marcados contra o Flamengo, e defendidos por Bruno em cobranças de Paulo Henrique Ganso, ocorreram em lances parecidos. Após cruzamentos na área carioca, o árbitro marcou puxão de Airton, no primeiro tempo, e de Álvaro, na segunda etapa.

"O árbitro canalha só não resolveu o que queria porque não combinou com o Bruno", prosseguiu Marcos Braz, que em seu discurso ainda relembrou algumas partidas em que o Flamengo teria sido prejudicado pela arbitragem, como no recente duelo contra o Barueri e no empate por 3 a 3 com o Vitória.

Também revoltado, mas mais comedido, estava o técnico Andrade. Para ele, os quatro pênaltis assinalados contra o Rubro-Negro nas quatro últimas partidas do clube - nenhum entrou - indicam algo suspeito.

"Tivemos sorte, né? Mas tem algo errado. Tivemos quatro pênaltis contra a gente nos últimos quatro jogos. Mas quando não é pênalti a bola não entra. O Bruno fez justiça", disse o treinador.

Contra o Palmeiras, em pênalti que gerou muita reclamação na Gávea, Vagner Love perdeu e o Flamengo venceu o duelo no Parque Antarctica por 2 a 0. Há três rodadas, o botafoguense Lucio Flavio cobrou e Bruno defendeu, em penalidade inexistente de Airton em André Lima. Neste sábado, o goleiro brilhou novamente e pegou as duas cobranças de Paulo Henrique: uma encaixou e a outra tirou com os pés.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host