UOL Esporte Futebol
 
01/11/2009 - 07h36

Cruzeiro aposta na força do ataque para manter sequência vitoriosa

Gustavo Andrade
Em Belo Horizonte
Na partida contra o Fluminense neste domingo no Mineirão, às 18h30 (horário de Brasília), o Cruzeiro, que busca a sexta vitória seguida, aposta na força do ataque celeste, que não passou em branco sequer uma vez no segundo turno do Brasileirão.

Divulgação/VIPCOMM
Divulgação/VIPCOMM
Adilson Batista acredita que a equipe está com mais tranquilidade na hora de finalizar
ADILSON TEM APOIO DE TORCEDORES
FÁBIO ALERTA SOBRE SEQUÊNCIA
ATHIRSON É NOVIDADE NA RELAÇÃO
LEIA NOTÍCIAS DO CRUZEIRO
A última vez que o Cruzeiro saiu de campo sem balançar as redes adversárias foi justamente no encerramento do primeiro turno, em empate sem gols com o Santos, no Mineirão. Desde então foram 13 jogos pelo returno e ainda uma partida atrasada contra o Botafogo, válida pela 11ª rodada.

Nesse período, o time mineiro marcou 27 gols. A contribuição ofensiva ajudou a equipe a ter a melhor campanha do segundo turno com 29 pontos conquistados dos 39 disputados. No primeiro turno, enquanto a equipe esteve envolvida em boa parte com a Copa Libertadores, o ataque marcou 19 gols nas 19 rodadas e o time somou apenas 22 pontos.

"No primeiro turno, tivemos muitas dificuldades com mudanças de sistema, entrada de jogadores, falta de ritmo, expulsões, e isso acaba refletindo", ressaltou o técnico Adilson Batista.

Para chegar a um ataque que não deixa a equipe na mão, o Cruzeiro teve de lidar com contusões de seus principais atacantes. Kléber, autor de seis gols na competição, disputou apenas três partidas no returno. Para Adilson, as mudanças no setor foram compensadas com maior tranquilidade em campo.

"Mesmo no segundo turno, alguns fora, característica diferente, mas voltou a tranquilidade. Acho que nós criamos, sempre tivemos uma boa média de criação, mas agora temos mais tranquilidade para finalizar", observou o treinador.

Outro que desfalcou a equipe com seguidas lesões foi Wellington Paulista, maior artilheiro do Cruzeiro no Brasileirão com 11 gols. Neste domingo, recuperado de um estiramento na panturrilha direita, ele atuará ao lado de Guerrón, já que Thiago Ribeiro, autor de cinco gols no returno, cumprirá suspensão por três cartões amarelos.

Adilson comemorou o retorno de Wellington Paulista. "É um jogador que sabe fazer gol, o grupo gosta dele, a torcida também, é dedicado, bom profissional, sabe finalizar, é um goleador, tem espírito competitivo. É sempre importante, agora temos alguns cuidados em relação aos 90 minutos, mas a possibilidade é grande de ele iniciar", afirmou o treinador.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host