UOL Esporte Futebol
 
01/11/2009 - 20h25

Em duelo de desesperados, Náutico derrota o Sport em jogo dramático

Do UOL Esporte
Em São Paulo
Náutico e Sport entraram em campo neste domingo, nos Aflitos, sabendo que uma derrota poderia ser o passo definitivo rumo ao rebaixamento. As vitórias dos concorrentes Botafogo, Santo André e Fluminense aumentaram a dramaticidade do clássico pernambucano. Em jogo eletrizante, o Náutico derrotou o Sport por 3 a 2, passou para 35 pontos, mas segue na zona de risco do Brasileiro.

A situação do Sport agora é crítica. Com 30 pontos, o time da Ilha do Retiro caiu para a última posição e está oito pontos atrás do Botafogo, primeiro clube acima da zona de rebaixamento.

O desespero de Náutico e Sport no Campeonato Brasileiro alterou o comportamento de ambos no início do clássico. As duas equipes partiram para o ataque com grande intensidade logo no começo de jogo.

O clássico pernambucano fervia em emoções. Empurrado pela torcida, o Náutico não esperou muito para ficar à frente do Sport. Explorando as jogadas pelo lado esquerdo, principalmente com Michel, o Náutico abriu o marcador logo aos 4 min, com Bruno Mineiro.

A resposta do Sport foi imediata. Em seu primeiro lance, Vandinho recebeu passe longo e tocou na saída do goleiro Gledson, aos 7 min do primeiro tempo.

PRINCIPAIS LANCES DO JOGO
PRIMEIRO TEMPO
04min - GOOOOOL DO NÁUTICO - Michel invade a área e joga para a pequena área na saída de Magrão. Bem posicionado, Bruno Mineiro empurra a bola para o gol.
07min - GOOOOL DO SPORT - Vandinho recebe lançamento e toca para o gol na saída de Glédson.
32min - GOOOOLL DO NÁUTICO - Bala arrisca fora da área. Bola desviou em Durval, tirando qualquer possibilidade de defesa para Magrão
SEGUNDO TEMPO
09min - Andrade cobra falta de longa distãncia. Gledson toca na bola, mandando para escanteio
11min - Wilson chuta dentro da área. Glédson faz grande defesa.
16min - GOOOOOL DO SPORT - Arce encontra Wilson invadindo a área. Wilson chuta de esquerda e marca.
18min - GOOOOLLLL DO NÁUTICO - Irênio arrisca de longa distância. Bola bate no chão e engana Magrão
PÁGINA DO NÁUTICO
PÁGINA DO SPORT
PÁGINA DA SÉRIE A
Em menos de 10 min, o jogo registrava 1 a 1 no placar, com cinco finalizações (três para o Náutico e dois para o Sport).

Ex-Sport, Carlinhos Bala recolocou o Náutico em vantagem. O camisa 10 arriscou de fora da área, aos 37 min da etapa inicial. A bola resvalou em Durval, enganando Magrão.

Ofensivo, o jogo de "vida ou morte" também colecionou diversas jogadas ríspidas. Foram distribuídos cinco cartões amarelos pelo árbitro Sálvio Spínola em apenas nos 45 min, quatro deles por jogadas consideradas violentas e uma por indisciplina (Carlinhos Bala levantou a camisa).

Para a segunda etapa, Péricles Chamusca colocou Adriano Pimenta na vaga de Luciano Henrique. O meia deu maior qualidade ao sistema ofensivo do Sport. Fora de casa, o Sport ameaçava o Náutico no início do segundo tempo. Glédson, porém, executava boas defesas. Wilson pediu pênalti a Spinola em dividida na área.

A pressão do Sport fez efeito. Wilson recebeu belo passe de Arce e chutou de esquerda, dentro da área, aos 16 min do segundo tempo.

Eletrizante, o clássico ganhou novo capítulo. Uma bomba desferida por Irênio colocou o Náutico novamente na frente.

ANÁLISE DE JUCA KFOURI
Juca
Irênio botou o Náutico de novo na frente. O Sport parece liquidado.
BLOG DO JUCA KFOURI
Desde então, o jogo ficou ainda mais tenso. Cada lance duvidoso, jogadores cobravam o árbitro.

Aos 38 min do segundo tempo, Andrade mandou a bola no travessão em cobrança de falta, aumentando o drama do Sport. A última cartada do Sport ocorreu aos 40 minutos da etapa final; o atacante Ciro entrou no lugar do meio-campista Hamilton. O Sport partiu inteiramente para o ataque.

Na última chance do Sport, Andrade mandou para longe a falta batida longe da área. O Náutico segurava a bola no ataque à espera do apito final, que veio aos 50 min do segundo tempo.

NÁUTICO 3 X 2 SPORT

Náutico
Glédson; Fernando, Vágner e Márcio; Patrick, Johnny, Aílton (Juliano), Irênio (Nilson) e Michel (Anderson Santana); Carlinhos Bala e Bruno Mineiro.
Técnico: Geninho

Sport
Magrão; Moacir, Igor, Durval e Dutra; Hamilton (Ciro), Andrade, Fabiano e Luciano Henrique (Adriano Pimenta); Vandinho (Arce) e Wilson
Técnico: Péricles Chamusca

Data: 01/11/2009 (domingo)
Local: Estádio Aflitos, no Recife/PE
Árbitro:: Sálvio Spinola Fagundes Filho (SP)
Auxiliares:: Nilson de Souza Monção e Ednilson Corona (ambos de SP)
Cartões amarelos: Aílton, Márcio, Carlinhos Bala, Gledson, Johnny (NAU), Luciano Henrique, Dutra, Andrade, Arce (SPO)
Gol:: Bruno Mineiro, aos 4 min do primeiro tempo, Vandinho, aos 7 min do primeiro tempo, Carlinhos Bala, aos 32 min do primeiro tempo; Wilson, aos 16 min do segundo tempo; Irênio, aos 18 min do segundo tempo. Carlinhos Bala marcou o segundo gol do Náutico na vitória sobre sua ex-equipe

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host
    %>