UOL Esporte Futebol
 
01/11/2009 - 18h32

Jogadores do Inter enfrentam as vaias e não conseguem explicar derrota

Do UOL Esporte
Em Porto Alegre
A torcida do Internacional não economizou vaias ao time ao final do jogo desta tarde de domingo, no estádio Beira-Rio. Alguns sócios jogaram objetos contra os atletas como sinal de revolta pelo derrota por 1 a 0 para o Botafogo, e esses não conseguiram dar explicações.

Vipcomm
D'Alessandro: sem explicações a dar
LEIA MAIS SOBRE O INTER
TABELA DO BRASILEIRÃO
"Não tem palavras, não dá para explicar", limitou-se a dizer o meia D'Alessandro, que deixou a equipe no intervalo, substituído por Andrezinho. A maioria dos atletas tomou posição igual, ou seja, preferiu não tentar frases para justificar a segunda derrota consecutiva, que praticamente eliminou as possibilidades de o Colorado ainda tentar chegar ao título nacional.

"É inexplicável o que aconteceu, lutamos até o fim, mas aquele gol muito cedo definiu tudo", disse Andrezinho, referindo-se ao 1 a 0 ocorrido logo no começo do jogo. O gol de Juninho, a 1min, foi lembrado por outros jogadores, como o volante Sandro, para quem "com aquela vantagem eles se retrancaram e ficou difícil penetrar, mas isso não quer dizer que tenhamos jogado mal, muito pelo contrário, fomos bem, assim como fomos contra o São Paulo, mas estamos dando azar e perdendo".

Sem explicações a dar aos torcedores que ainda ficaram no pátio do Beira-Rio, protestando e pedindo a saída do presidente Vitório Píffero, alguns dos atletas trataram de tentar passar otimismo para a reta final do Brasileirão. Entre esses estava o zagueiro Bolívar: "Ainda temos tempo para alcançar as primeiras colocações e vamos trabalhar muito para isso".

No final da tarde, quando iam emboira em direção a suas casas, os jogadores tiveram de encarar aqueles torcedores mais revoltados e que os aguardavam para reclamar. No caso de alguns mais cobrados, como o lateral-esquerdo Kléber, os seguranças do Inter tiveram de intervir para evitar algo pior. Os colorados atiravam moedas contrs os jogadores, mostravam notas de dinheiro e os chamavam de "mercenários".

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host