UOL Esporte Futebol
 
01/11/2009 - 07h31

Luxemburgo vê chance de aprendizagem para Ganso e cita Zico e Dinamite

Do UOL Esporte
Em São Paulo
O técnico Vanderlei Luxemburgo não quer que os dois pênaltis perdidos por Paulo Henrique Ganso neste sábado contra o Flamengo influenciem negativamente a carreira do jovem jogador santista. Na intenção de motivar o atleta de 20 anos, o comandante alvinegro disse que o episódio no Maracanã deverá servir de aprendizado, assim como nos casos de alguns consagrados atletas do futebol.

Ganso executou as cobranças em decorrência da ausência do batedor oficial, o atacante Kleber Pereira, suspenso. Após ver o goleiro Bruno defender as duas finalizações, o camisa 10 santista admitiu ter perdido seus primeiros pênaltis como profissional, depois de conferir "todos" nas equipes de base do Santos, como ele mesmo declarou. Agora, Luxemburgo quer dar incentivos ao jogador.

"Dei um abraço no Paulo Henrique e falei 'meu filho, levanta a cabeça e vamos tocar tua vida, porque jogadores de altíssimo nível perderam pênaltis e a vida continuou'", revelou Luxemburgo, depois de conversar com o meia ao final de jogo. "Não podem execrá-lo. O Bruno foi muito feliz, por que também não elogiá-lo?", questionou.

O treinador também lembrou casos de atletas que perderam pênaltis decisivos, mas ainda assim deram prosseguimento à carreira. "O Roberto Dinamite já perdeu dois em um jogo só, o [Martín] Palermo desperdiçou três. O [Roberto] Baggio errou em Copa do Mundo, assim como o Zico. As vidas de todos esses continuaram, então por que vou criticar um menino se ontem ele treinou cobranças de pênalti?", comparou.

Além de Vanderlei Luxemburgo, o lateral-esquerdo Léo também teceu palavras de incentivo a Paulo Henrique Lima. "Trata-se de um garoto que é craque e teve personalidade para pegar a bola no Maracanã lotado e bater. Acontece, mas ele tem todo o apoio no clube", destacou o jogador.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host